Buscar

Saúde de SG incentiva imunização contra febre amarela


A vacina estará disponível em cinco Polos Sanitários da cidade


A Secretaria Municipal de Saúde de São Gonçalo está incentivando a população que ainda não se vacinou contra a febre amarela a se imunizar. A medida foi tomada após o Ministério da Saúde lançar um alerta de risco da doença na Região Metropolitana do Rio. A proximidade do verão traz o aumento da circulação dos mosquitos transmissores da febre amarela, em função da chegada das altas temperaturas, entre dezembro e maio. Além do calor, a intensificação das chuvas e a aglomeração de pessoas em locais próximos a matas, cachoeiras e parques favorecem a transmissão do vírus e a reprodução dos mosquitos.

Em São Gonçalo, até o momento foram imunizadas 430 mil pessoas, o que corresponde a 43% da meta. Segundo o secretário de Saúde, Jefferson Antunes, para aumentar a cobertura vacinal é necessário que quem ainda não se vacinou, procure uma das unidades de saúde que realizam a imunização contra febre amarela. "A sazonalidade da doença acontece até maio e por isso a imunização é a principal forma de prevenção contra a doença", alerta.

A vacina estará disponível em cinco Polos Sanitários da cidade: Polo Sanitário Washington Luiz, no Zé Garoto; Polo Sanitário Paulo Marcos Rangel, no Porto do Rosa; Polo Sanitário Jorge Teixeira de Lima, no Jardim Catarina; Polo Sanitário Rio do Ouro; Polo Sanitário Hélio Cruz, em Alcântara.

Com o fim do fracionamento, que ocorreu em outubro, a vacina aplicada nas unidades de saúde é na dose padrão. Aqueles que já foram imunizados com a dose fracionada, não precisam se vacinar nesta etapa porque já estão protegidos. As pessoas que ainda não foram imunizadas podem procurar a unidade de saúde mais próxima para receber a dose de imunização.

"O foco são as pessoas que não procuram a imunização e ficam suscetíveis à doença. A cultura do adulto de não se vacinar está ligada à falta de informação e por isso estamos realizando busca ativa com auxílio dos agentes comunitários de saúde que realizam orientações e indicam a unidade mais próxima para se vacinar", enfatiza a subsecretária de Atenção Básica, Maria Auxiliadora Rodrigues.

De acordo com o Ministério da Saúde, a febre amarela é uma doença infecciosa febril aguda, causada por um vírus transmitido por mosquitos vetores, e possui dois ciclos de transmissão: silvestre (quando há transmissão em área rural ou de floresta) e urbano. O vírus é transmitido pela picada dos mosquitos transmissores infectados e não há transmissão direta de pessoa a pessoa. A febre amarela tem importância epidemiológica por sua gravidade clínica e potencial de disseminação em áreas urbanas infestadas pelo mosquito Aedes aegypti. E os sintomas são: febre, calafrios, dor de cabeça intensa, dores nas costas, dores no corpo em geral, náuseas e vômitos, fadiga e fraqueza.

#CIDADE #SÃOGONÇALO #VACINAÇÃO #FEBREAMARELA

MV1.2.jpg
MALUGA_2.jpg

© 2020 POR APOLOGIA BRASIL

  • w-facebook
  • Instagram
  • White Twitter Icon