Buscar

Semana de Combate ao Aedes aegypti tem ações de conscientização em SG


Agentes de endemias realizaram panfletagem com orientações sobre formas de prevenção


Combater o mosquito é simples. Foto: Divulgação.

A Semana de Combate ao Aedes aegypti em São Gonçalo foi comemorada com uma série de ações em praças, escolas e visitas domiciliares em diversos bairros da cidade. O foco foi para a prevenção às quatro doenças causadas pelo mosquito: dengue, zika, chicungunha e febre amarela urbana.

Somente em 2018, foram registrados 2.845 casos de dengue, 2 mil casos de zika e 7539 casos de chikungunya na cidade. “A situação está controlada, mas é importante que toda população continue inspecionando suas residências, pelo menos uma vez por semana, à procura de focos do mosquito. As ações já foram intensificadas e a regra básica é não deixar a água parada em qualquer tipo de recipiente”, alerta o secretário de Saúde e Defesa Civil, Jefferson Antunes.

Finalizando a semana de mobilização, agentes de endemias realizaram panfletagem com orientações sobre formas de prevenção na praça Luiz Palmier, no Rodo, e nos arredores do shopping Pátio Alcântara, no bairro de mesmo nome. As atividades de conscientização incluíram visitas domiciliares, distribuição de materiais informativos e educativos, murais e rodas de conversa com a comunidade.

"O ciclo de reprodução do mosquito leva em torno de 10 dias. Por isso, é preciso realizar uma série de medidas simples para garantir a limpeza dos ambientes. Recipientes como baldes, garrafas, ralos, lixeiras e outros objetos devem sempre estar fechados ou virados com a boca para baixo. As equipes estão nas ruas atuando diariamente, mas é preciso que a população também faça sua parte. Muitas pessoas não atendem as equipes de agentes", afirma o diretor da Vigilância Ambiental, Adaly Fortunato.

#CIDADE #SÃOGONÇALO #CHICUNGUNHA #SAÚDE #DENGUE #ZIKAVÍRUS

MV1.2.jpg
MALUGA_2.jpg

© 2020 POR APOLOGIA BRASIL

  • w-facebook
  • Instagram
  • White Twitter Icon