Fiocruz investiga suposto caso de peste bubônica em SG


Amostra microbiológica precisa de resultado conclusivo


Hospital confirmou suspeita nesta quarta, 9

A direção do Hospital Luiz Palmier (HLP) suspeita que um de seus pacientes esteja diagnosticado com peste bubônica. A informação foi confirmada nesta quarta-feira (9) pela secretaria municipal de São Gonçalo. Veja nota ao final.

A suspeita da doença surgiu após a realização de um exame de microbiologia feito na unidade hospitalar. Apesar do resultado, o paciente não apresenta o quadro da doença.

De acordo com a secretaria de saúde, o material biológico do paciente foi encaminhado para o Laboratório Central de Saúde Pública Noel Nutels (Lacen) já que o diagnóstico não foi confirmado.

O material biológico foi recebido pelo Lacen e irá passar por uma nova avaliação. Após a realização dos novos exames, serão encaminhados para o laboratório especializado da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) para ter um laudo conclusivo.

O resultado dos novos testes ainda não foi divulgado. Ainda assim, todas as medidas de precaução foram tomadas pelas equipes do HLP.

Doença é grave se não diagnosticada brevemente, mas tratameto simples.

O presidente do Conselho Regional de Medicina (Cremerj), Sylvio Provenzano, afirmou que a contaminação é feita através de animais, sobretudo roedores.

- A peste bubônica é uma doença causada por uma bactéria, conhecida como Yersinea pestis. Ela é transmitida pela picada da pulga. A pulga infecta roedores, que nos transmite a doença. Peste bubônica causa um aumento dos gânglios linfáticos, geralmente na região do pescoço. Eles aumentam de tamanho e dão pus. Quando colhemos esse material, podemos diagnosticar a doença - disse.

Provenzano afirmou ainda que o tratamento é simples, mas é necessário que o diagnóstico seja feito rapidamente.

- É uma doença que tem tratamento. Na minha opinião, é mais fácil tratar esse tipo de doença do que uma dengue hemorrágica. Essa peste, tem tratamento específico. É necessário fazer o isolamento e tratar com antibióticos. Mas se o diagnóstico não for feito, o risco é alto de morrer. É uma doença grave - disse o médico.

Leia nota do HLP:

A direção do Hospital Municipal Luiz Palmier (HLP), em São Gonçalo, esclarece ter ocorrido uma suspeita de contaminação por peste bubônica em um paciente após o resultado de um exame (microbiologia), realizado na unidade gonçalense. Não foi confirmada a doença no paciente e sim a cultura de ferida com variações, porém a bactéria foi isolada. O laboratório colheu a hemocultura hoje (10). Cabe destacar que a pessoa não apresenta o quadro da doença, sendo o resultado do exame feito no HLP, a motivação da suspeita sobre a doença. Sem a confirmação do diagnóstico, a unidade encaminhou o exame para reavaliação em serviço de doenças infecto contagiosas, como a Fiocruz. O resultado ainda é desconhecido, entretanto, todas as medidas de precaução foram tomadas pelas equipes do HLP.

Informações com G1.

#CIDADE #SÃOGONÇALO #PESTEBUBÔNICA

MALUGA_2.jpg
QV1.jpg
Banner_300x250_Homem.gif