Buscar

Cabeça d'água, por Fábio Rodrigo


Verão. Época de curtir uma praia. Pegar um bronze. Ir a uma boa cachoeira. Opa! Nesta época, é preciso ter cuidado com banhos em cachoeiras, já que, devido às fortes chuvas que normalmente ocorrem no verão, o nível do rio aumenta e provoca enxurrada, ocasionando o que se chama de tromba d'água. Mas, segundo a jornalista que acabou de explicar isso agora na TV, o nome correto é cabeça d'água. Ela disse que é cabeça d'água porque decorre do grande fluxo de água que vem da cabeça da serra. Cabeça d'água... cabeça da serra... É.. Faz sentido... Acho que tromba d'água soa melhor, mas tudo bem.


Segundo o comandante do corpo de bombeiros, o cabeça da corporação, nesta época, os bombeiros ficam em alerta quanto ao perigo da cabeça d'água. Segundo ele, infelizmente muitos banhistas não seguem as devidas orientações e acabam brincando com o perigo.

— Não sei o que passa na cabeça dessas pessoas. — Diz um dos responsáveis pelo patrulhamento.

Para um dos banhistas, quem procura as cachoeiras vai em busca de paz e sossego, por isso não vê perigo nenhum:

— A gente vem aqui pra distrair a cabeça... nada mais que isso. — diz um frequentador assíduo.

— Você pode olhar aí. Não há qualquer sinalização quanto ao perigo de enxurrada. E eles querem botar na nossa cabeça que nos orientam? Ah! Me poupe! — diz furioso outro frequentador.

Um dos responsáveis pelo salvamento diz que já não sabe de cabeça a quantidade de gente que já salvou até hoje.

— Não sei ao certo mas o número de pessoas resgatadas é bem alto. Nesta época, com o número maior de banhistas, maior é o risco.

No estado do Rio de Janeiro, a cabeça da região ou o local mais predisposto a ocorrer este fenômeno da cabeça d'água é a serra dos órgãos. Portanto, é preciso estar atento quanto à previsão de chuva pra essa região. Muita gente vai em busca de divertimento, mas, enquanto alguns tomam os devidos cuidados, outros, que não têm a cabeça no lugar, acabam se dando mal.

Pois é, amigo leitor, ponha isso na sua cabeça: não se deixe levar pela cabeça dos outros. A cabeça d'água é um perigo. Mas, cada um sabe o que faz. E vou dizer uma coisa: está bem quente hoje. Nada como uma gelada para dar uma relaxada e esfriar a cabeça. Até mais. Fui.


Fábio Rodrigo Gomes da Costa é professor e mestre em Estudos Linguísticos.

***

Contribuição do Editor:


#ARTIGOS #CRÔNICAS #FÁBIORODRIGO #CABEÇADÁGUA

MV1.2.jpg
MALUGA_2.jpg

© 2020 POR APOLOGIA BRASIL

  • w-facebook
  • Instagram
  • White Twitter Icon