Buscar

Alacomba: uma pequena serra gonçalense, por Erick Bernardes


Há na Espanha um lugar lindíssimo cortado por serras, onde, na Idade Média, cavaleiros Templários buscavam refúgio e descanso reparador. Lá alguns homens fugiam dos conflitos com outros povos peninsulares, e muitos deles até desistiam das batalhas, a fim de fixarem residência nos domínios espanhóis. Chama-se ainda hoje La Alcomba esse belo espaço espanhol da região da Cantábria, localidade de Ruesla, terra de altas passagens de comitivas e carreiras de tropeiros.

Aqui no Brasil, por volta de 1950, um imigrante espanhol cantabrês, chamado Juan Mendoza Palacios, montou em Niterói um pequeno comércio de secos e molhados. Tornou-se o rei da conserva, por causa das compotas de molhos com pimentas que vendia. Fez contatos, cresceu em popularidade, embora fosse pouco dado a sociabilizações e amizades. Juan Palacios se apossou de considerável área de mata virgem, no cume da pequena serra que separa Tribobó de onde atualmente se conhece por APA (Área de Preservação Ambiental), no bairro Engenho Pequeno.


Casa na Cantábria, região de Ruesla, Serra de La Alcomba (Espanha)

No lugar ermo escolhido, o comerciante construiu moradia e permaneceu ao longo do tempo, até vir a falecer no auge dos seus 92 anos. Velho Palacios, homem ranzinza e malandro, ele viveu assim. Se gostava de conversar? De jeito nenhum. Só mesmo no trabalho. Comunicava-se bem, porém só na sua mercearia, em Niterói. Foi um eficiente comerciante, sim, necessário reconhecer. Caprichava na qualidade das conservas. Compotas importadas de Málaga: as famosas pimentas malaguetas. O que dizer então sobre a sua apropriação ilegal do terreno? Bem, ninguém reclamou seu assentamento. A mini serra gonçalense era deserta. Por que reclamariam? E assim o coroa se fez dono do pequeno trecho de Tribobó — e seguiu a vida com a esposa igualmente calada. Sabe-se que, em São Gonçalo, esse espanhol chamou a sua propriedade de La Alcomba brasileira, em memória da terra natal, a mesma região onde os cavaleiros recém-chegados em Cantábria sossegavam seus corpos cansados da luta contra os mouros.

Os mais velhos juram que a família de Palacios cresceu e logo se abrasileirou aqui em São Gonçalo. Impossível não se integrarem ao meio. Filhos, netos e agregados espalharam-se, trabalharam nas mais variadas profissões do município. Participaram ativamente da sociedade gonçalense chegando até (mais recentemente) a comporem bancada na câmara dos vereadores. Bem, daí por diante, homenagear o lugar com o mesmo nome dado à terra de origem do patriarca foi um passo apenas. O nome espanhol La Alcomba modificado para Alacomba, revelou certa exigência de tabelião. “Questão de adequação linguística e política”, diria o chefe do cartório. Tempos de nacionalismo falacioso, lembremos. Pois bem, Alacomba tornou-se sub-bairro registrado e pronto. Eis aí, uma boa história pra contar.


Erick Bernardes é escritor e mestre em Estudos Literários.

#ARTIGOS #CRÔNICAS #CONTOS #ERICKBERNARDES #SÃOGONÇALO #ALACOMBA

MV1.2.jpg
MALUGA_2.jpg

© 2020 POR APOLOGIA BRASIL

  • w-facebook
  • Instagram
  • White Twitter Icon