Buscar

Grupo de Aleitamento Materno realiza encontro de incentivo à doação


Profissionais especializados na área foram convidados para dar orientação e atendimento a gestantes


Em alusão ao Dia Nacional de Doação de Leite Humano, comemorado no dia 19 deste mês, a Subsecretaria Municipal de Atenção Básica, em parceria com a área técnica de atenção e nutrição de São Gonçalo (ATAN), realizará, na próxima quinta-feira às 10h, mais um encontro do Grupo de Aleitamento Materno do município, na Clínica Municipal Gonçalense do Mutondo. O evento contará com profissionais da unidade, do Banco de Leite do Hospital Universitário Antônio Pedro (HUAP) e da Maternidade Dr. Mário Niajar para palestrar sobre como contribuir com a pactuação de estratégias que promovem o Aleitamento Materno.

A coordenadora do Aleitamento Materno do município, Aline Aguiar, explica o motivo da atividade e a importância do tema para as mulheres. “Faremos uma palestra para as mães da maternidade, com o objetivo de incentivar a doação, uma vez que é comum entre as mulheres que optam por amamentar, apresentarem dificuldades com o aleitamento. Criamos esse grupo com o propósito de melhorar as taxas de aleitamento materno das pacientes, pois o leite materno, além de tudo, apresenta inúmeros benefícios à mãe e ao bebê. Pelas estatísticas nos últimos 10 anos, quase 2 milhões de bebês foram beneficiados com a doação de leite materno no Brasil. Entretanto, ainda são números baixos de doadoras. Para a gente, quanto mais mães puderem doar, mais lactantes puderem vir, mais o nosso banco aumenta e podemos separar de forma a ter mais leite pra ajudar os bebês. Esse é um dos muitos encontros que estamos sempre realizando”, declara.

Durante o evento, profissionais especializados na área foram convidados para dar orientação e atendimento a gestantes, puérperas e bebês. Uma forma de troca entre as pacientes, transmitir conhecimentos, dicas e o chamamento de mais mulheres aderirem a doação.

O grupo, alocado na Clínica Municipal Gonçalense, existe desde agosto de 2018 e já teve cerca de 200 atendimentos no município. A iniciativa visa minimizar as dificuldades encontradas e auxiliar o manejo da amamentação. O acompanhamento inicia-se no pré-natal e estende-se até os 6 meses do bebê, quando devem ser introduzidos outros alimentos, promovendo assim um desenvolvimento adequado à população infantil do Município.

A equipe de apoio ao aleitamento materno, hoje, é formada por: Fonoaudiólogo, Nutricionista, Psicólogo e Assistente Social, atuando de forma interdisciplinar para atender as demandas relacionadas ao processo de amamentação, como orientações sobre posição correta de segurar o bebê, avaliação de sucção e técnica do copinho.

Quem quiser participar das atividades do Grupo, basta entrar em contato com a unidade e demonstrar o seu interesse, sem necessidade de marcação e/ou agendamento.

A Clínica Municipal Gonçalense do Mutondo está localizada na Rua Doutor Alfredo Backer, nº358, SG.


Aleitamento Materno

O leite materno é considerado o alimento ideal, pois fornece nutrientes necessários ao crescimento e desenvolvimento do bebê. Além de ser considerado a estratégia em saúde que mais previne mortes infantis, doenças crônicas na vida adulta, obesidade, infecções, além de promover a saúde física, mental e emocional.

O Ministério da Saúde recomenda que a amamentação prevaleça até os dois anos ou mais, sendo preconizado que, nos primeiros seis meses de vida, o bebê receba somente leite materno, sem necessidade de oferecer sucos, chás, água e outros alimentos. A partir do sexto mês de vida, a amamentação deve ser complementada e iniciada o processo de alimentação complementar.

#CIDADE #SÃOGONÇALO

MV1.2.jpg
MALUGA_2.jpg

© 2020 POR APOLOGIA BRASIL

  • w-facebook
  • Instagram
  • White Twitter Icon