Buscar

A apoteose rubro-negra, por Victor Machado


FOTO:Crédito Conmebol

Em plena quarta feira de cinzas, o Flamengo venceu o Independente Del Valle (Equador) por 3 a 0 e pela primeira vez na história conquistou a Recopa, competição que reúne os campeões da Libertadores e Copa Sul-Americana. Com grande atuação coletiva, mesmo jogando com um jogador a menos, William Arão foi expulso aos 23 do primeiro tempo, o Flamengo mostrou uma invejável consciência tática e muita disposição em campo. Gabigol e Gerson (2) fizeram os gols da vitória, diante de um público recorde de 69 mil pessoas no Maracanã. Após a conquista, o time do técnico Jorge Jesus, que não teve Bruno Henrique e Rodrigo Caio (jogadores da seleção brasileira) mostrou ser ainda mais forte do que se imaginava. Definitivamente o carnaval rubro negro parece não ter fim.


Fluzão de virada

Jogando no Maranhão, o Fluminense foi surpreendido pelo Moto Club nos minutos iniciais e levou dois gols, mas terminou vencendo por 4 a 2 e avançou para a segunda fase da Copa do Brasil. Com dois gols de Nenê, um de Nino e outro de Marcos Paulo, o Tricolor conquistou um importante resultado, porém o técnico Odair Hellmann ainda precisa definir o time titular para em seguida avançar na parte tática. O ponto mais que positivo vem sendo a garra e força de vontade da equipe.


Greve no Vasco

Após cobranças o elenco decidiu não dar entrevistas por conta dos salários atrasados. Jogadores reclamam débito de dois meses, férias e pendencias de 2019. Para piorar, o melhor jogador da equipe Thales Magno se contundiu durante o carnaval.


Luto

Morreu Valdir Espinosa, técnico campeão carioca pelo Botafogo em 1989 e do mundo pelo Grêmio em 1983.


Victor Machado é professor de Geografia e Sociologia



MV1.2.jpg
MALUGA_2.jpg

© 2020 POR APOLOGIA BRASIL

  • w-facebook
  • Instagram
  • White Twitter Icon