Buscar

A evolução do Flamengo, por Victor Machado


Segundo colocado no Brasileirão e com duelo marcado contra o Internacional pelas quartas de finais da Copa Libertadores o Flamengo vive grande fase. Não há no país um time com tanta gente pra fazer gols. Gabigol, Bruno Henrique, Arrascaeta e Éverton Ribeiro, formam um quadrado tecnicamente formidável e os novos reforços Gérson, Rafinha e Filipi Luís estão cada vez mais adaptados. O rubro negro já merece um título, está fazendo tudo certo dentro e fora de campo.

Diferença técnica

O Vasco bem que tentou se impor contra o Flamengo no clássico disputado em Brasília, com recorde de público. Porém só jogou bem na primeira etapa, com grande destaque para o jovem Thalles Magno, que deixou a seleção sub 17 com liminar para disputar a partida e teve boa atuação. A realidade é que a diferença técnica entre as equipes fez diferença para o rubro negro que goleou.


Botafogo perdeu fora

Mantendo a linha de um time que tem a posse de bola, porém é pouco agressivo no ataque, o Botafogo foi derrotado em São Paulo pelo Corinthians por 2 a 0. Entretanto, nem tudo está perdido. As entradas de Lucas Campos e Rhuan, jogando com velocidade e dribles pelas pontas podem ser boas alternativas para os próximos confrontos.

A demissão de Diniz


Com a proposta de um jogo pautado na posse de bola e sem chutões Fernando Diniz não resistiu à péssima campanha no Campeonato Brasileiro e foi demitido do Fluminense na zona do rebaixamento. Resultados a parte, o clube vive péssima fase financeira, com salários atrasados. Abel Braga é o nome mais cotado para assumir o cargo. O Tricolor tem importante confronto contra o Corinthians pela Copa Sulamericana.


Victor Machado é professor de Geografia e Sociologia.

MV1.2.jpg
MALUGA_2.jpg

© 2020 POR APOLOGIA BRASIL

  • w-facebook
  • Instagram
  • White Twitter Icon