Buscar

A Zozibini Tunzi em nós, por Cristiana Souza


Estava com meu texto semanal pronto, mas decidi deixá-lo para outro momento, quando vi a prazerosa notícia de que uma linda mulher negra havia conquistado o título de Miss Universo. Após receber a coroa e o título de mulher mais linda do mundo, assistimos um discurso de conquista repleto de empoderamento e representatividade da Sul-Africana Zozibini Tunzi.


"Eu cresci em um mundo onde mulheres como eu, com a minha pele e o meu cabelo, nunca foram consideradas bonitas. Já chegou a hora de parar com isso. Eu quero que crianças olhem para mim e vejam os seus rostos refletidos no meu".

Ultimamente ouvimos bastante algumas palavras que antes eram pouco usadas em nossos diálogos e textos. E a representatividade ganhou uma força, principalmente através das mulheres negras que lutam através dos séculos, por ocuparem os espaços, que ainda hoje não são aceitos de forma plena nas sociedades racistas, machistas, misóginas e patriarcais. Ainda assim, eu, ela, nós, mulheres, temos a capacidade de resistir e lutar por uma sociedade justa e igualitária.



Quando criança lembro perfeitamente de um pente de ferro que era aquecido no fogão para alisar os cabelos e sempre pensava o quanto aquilo era penoso e escravizante (hoje temos a prancha, que não precisa ir ao fogo, mas ainda assim é algo que nos aprisiona na busca pelos padrões de beleza).


Li que Zozibini, fez transição capilar para participar do concurso de beleza mundial; naturalmente ficou muito mais linda.


Hoje vejo várias mulheres deixando de fazer alisamento em seu cabelos e dando um basta nessa escravidão química e nos padrões impostos pela indústria cosmética.

Deixo registrado que me causou náusea ver aquele senil, dono de um canal televisivo, praticar em rede nacional, o racismo, misoginia e machismo que nos persegue. Repúdio!

Ainda temos um longo caminho de enfrentamento e luta, mas hoje posso afirmar que me sinto muito mais forte e representada por termos milhares de mulheres pelo mundo afora que nos mostram o quanto é valioso ser livre e empoderada.


Parabéns Zozibini Tunzi!

Cristiana Souza é Assistente Social.


MV1.2.jpg
MALUGA_2.jpg

© 2020 POR APOLOGIA BRASIL

  • w-facebook
  • Instagram
  • White Twitter Icon