Agora é oficial: Moro foi parcial ao julgar Lula, decide STF

Ministra Carmen Lúcia alterou seu entendimento de 2018 sobre a suspeição de Sergio Moro

Carmén Lúcia/Reprodução
Carmén Lúcia/Reprodução

A ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal, alterou seu voto de 2018 no julgamento sobre a suspeição do ex-juiz Sergio Moro e entendeu que o então magistrado, no âmbito da Lava Jato, foi parcial na condução dos processos contra o ex-presidente Lula. Com isso, a Corte declara Moro suspeito por um placar de 3 a 2.

MALUGA_2.jpg
QV1.jpg
Banner_300x250_Homem.gif