Buscar

Alexandre Senna e o universo das web-rádios

Por Erick Bernardes


Alexandre de Ramalho e Senna é gonçalense, mora na Brasilândia e tem 42 anos. Atualmente atua na área de Segurança Patrimonial/Corporativa com designações especificas de equipes de Agentes Patrimoniais em uma empresa multinacional. Por outro lado, nosso entrevistado está imerso nas atividades de Técnico em Meio Ambiente e Operador de Tecnologias Digitais, com fins de contribuir para um mundo melhor. Promissor na carreira de Segurança Privada, Senna pensa também em cursar a faculdade de letras pois se considera um apaixonado pela literatura, e isso contribuiria muito para os textos de internet que produz. Vamos ao bate-papo.

Até recentemente você esteve em parceria com uma rádio web, conte pra nós como foi a experiência? Qual é o papel das rádios na cidade e no mundo?


Em 2014, eu e um amigo criamos a Web Radio Enter Music, com a intenção de trazer entretenimento por meio das redes sociais, a fim de trocar experiências com as diversas formas de lazer via internet. Sobre o papel das rádios nas cidades e no mundo, sem sombra de dúvida foi muito enriquecedor, a internet nos possibilitou estar conectados com diversas pessoas do planeta e, assim, foi possível compartilhar nosso conhecimento com outras culturas existentes no nicho das webs.


Você já escreveu algum livro ou teria vontade de escrever?

Se eu já escrevi algum livro, não, mas sou muito ligado à literatura. Gosto bastante de escrever sobre o cotidiano em minhas redes sociais. Também curto bastante ler, inclusive as crônicas do escritor Erick Bernardes. Publicar um livro algum dia? Talvez, quem sabe!

Sei que você ajuda muita gente apoiando culturalmente, através dos seus trabalhos em tecnologia. Por que você acha importante ajudar?


Na questão do apoio cultural, no que diz respeito aos trabalhos em tecnologia, é com um imenso prazer que faço isso, sei que estou colaborando com o desenvolvimento cultural de outras pessoas através da minha ação social e essas são pessoas que fazem a diferença. Certamente essa ajuda pode salvar vidas, ela tem o poder de modificar momentos ruins e ajudar a torná-los esperançosos. Transformar perspectivas e vontades em ações concretas contribuindo para um futuro melhor.


Particularmente, qual tipo de leitura você gosta?


Sobre qual literatura eu gosto? Prefiro aquela que alimenta minha mente com coisas boas. Literaturas que contenham enredos em que eu possa compartilhar com indicação de leitura e que outras pessoas também possam fazer o mesmo.


Tem projetos ou vontades em prol de SG?


Projetos em prol de São Gonçalo, posso afirmar que sim, na área que atuo. Ao longo dos anos, pude observar que tantas vidas se vão, às vezes por falta de uma simples oportunidade. Para muitos, neste país essa oportunidade só vem através de projetos sociais. O conhecimento transforma vidas, eu vivencio isso in loco. Cabe a nós mesmos contribuir um pouco para as próximas gerações.


*Quem quiser trocar um ideia com Alexandre Senna é só enviar um e-mail: fpreliminares@gmail.com


MV1.2.jpg
MALUGA_2.jpg

© 2020 POR APOLOGIA BRASIL

  • w-facebook
  • Instagram
  • White Twitter Icon