Barrados! Secretário veta presença de vereadores de oposição em reunião sobre NASF

Ordem de André Vargas teria sido dada a uma funcionária demitida do programa de saúde extinto pelo governo em janeiro


Por Cláudio Figueiras

Trio de oposição/Foto: Divulgação
Trio de oposição/Foto: Divulgação

O vereador Prof. Josemar (PSOL) denunciou hoje (24), em sessão na Câmara, que o secretário de Saúde de São Gonçalo, André Vargas, vetou a presença dos vereadores de oposição na reunião que deverá ser realizada na próxima terça (2/3) com trabalhadores e usuários do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF), programa de saúde extinto pelo prefeito Nelson Ruas em janeiro, que demitiu 180 profissionais.


Além de vetar a presença dos parlamentares, Vargas ainda exigiu, como condição da realização da reunião, que a manifestação programada para amanhã (25) na sede da Secretaria de Saúde fosse cancelada. A orientação teria sido dada a uma funcionária do NASF que participa da negociação com o governo.


Como noticiou o Daki, trabalhadores e usuários anunciaram nesta quarta um ato para cobrar do secretário a continuidade do diálogo iniciado com o governo no início do mês para a readmissão imediata dos profissionais, além da revitalização do Programa que só em 2020 fez mais de 500 mil atendimentos, a maioria de fisioterapia.


- Isso é um desrespeito não só aos vereadores de oposição, mas à Câmara. Diante desse fato, torna-se ainda mais urgente a presença do secretário nessa casa legislativa para esclarecer não só esse problema que afeta o NASF, mas também o plano de vacinação que ele disse que existe só na cabeça dele - disse Josemar.


O trio de oposição ao governo, Prof. Josemar (PSOL), Romario Regis (PCdoB) e Priscilla Canedo (PT), vem pressionando, através de suas redes sociais e da Tribuna da Câmara, a resolução do impasse que impactou milhares de gonçalenses agora impedidos de acessar os serviços. J


Josemar e Romario chegaram a mediar e participar de uma reunião com o secretário e os trabalhadores no dia 5 de fevereiro na Secretaria de Saúde, onde ficou estabelecido que seria marcada, na semana seguinte, uma nova rodada de conversas, reunindo desta vez as secretarias de Governo, Fazenda e a de Planejamento, que avaliariam a possibilidade de readmissão de alguns profissionais ao Programa.





MALUGA_2.jpg
QV1.jpg
Banner_300x250_Homem.gif