Buscar

Candidatos a Conselho Tutelar fazem prova

Eleição será em 6 de outubro

Prova teve apoio da Secretaria de Educação/Foto: Divulgação

A segunda parte do processo eleitoral para a escolha dos conselheiros tutelares do município de São Gonçalo foi realizada no último sábado (3), com a prova de conhecimentos sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente. Os 109 candidatos fizeram a prova, que constou de 40 questões objetivas e uma redação, na Escola Municipal Almirante Alfredo Dutra, em Alcântara, no período de 9h às 13h. A organização de todo processo está sob a responsabilidade Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA). A promotora Fernanda Louise, da Vara da Infância e Juventude, esteve presente acompanhando o trabalho. O resultado será divulgado até o dia 27 deste mês através do Diário Oficial do Município.

Segundo a Comissão do Processo Eleitoral de Eleição para Conselheiros Tutelares, a organização de aplicação da prova ocorreu com êxito dentro da proposta do edital, atendendo as expectativas da Comissão. A primeira parte da seleção ocorreu com a entrega e análise dos documentos exigidos, ficando 120 candidatos aptos para a prova, dos quais 109 compareceram no último sábado. A eleição contará com o apoio do TRE, inclusive com a disponibilização de urnas eletrônicas e será realizada no dia 6 de outubro nos polos eleitorais: Escola Municipal Castelo Branco, Escola Municipal Almirante Alfredo Dutra, Escola Municipal Estefânia de Carvalho, Colégio Municipal Ernani Faria, Escola Estadual Maria Elisa Dutra e no  SEST/SENAT.


O Conselho Tutelar atua no sistema de garantia de direitos, exercendo a proteção à criança e ao adolescente. Em São Gonçalo, existem três sedes do Conselho Tutelar para atender a todo município: uma fica no Centro, outra em Raul Veiga e a terceira na Trindade. Este ano serão eleitos 15 novos conselheiros, cinco para cada sede. O Conselho Tutelar trabalha de maneira integrada com as Secretarias de Educação, Saúde e Desenvolvimento Social, dentro do princípio da intersetorialidade.


Representante da Educação junto à Comissão para Eleição dos conselheiros tutelares, a coordenadora de Orientação Educacional, Carla Verônica Cardoso, também esteve presente acompanhando a realização da prova no último sábado. “A Educação trabalha em conjunto com o Conselho Tutelar para que a criança tenha um desenvolvimento saudável e melhor qualidade de vida. Qualquer situação que torne a criança vulnerável é encaminhada ao Conselho Tutelar”, afirma a coordenadora.



MV1.2.jpg
MALUGA_2.jpg

© 2020 POR APOLOGIA BRASIL

  • w-facebook
  • Instagram
  • White Twitter Icon