Buscar

Coronavírus: Prefeitura e vereadores de SG deixam entidades sociais no vácuo

Fórum SG afirma que não foram apresentadas soluções efetivas e urgentes para atender a população


Por Cláudio Figueiras

Prefeitura não se pronunciou/Foto: Divulgação

No dia 13 de abril, entidades sociais que compõem o Fórum São Gonçalo de Desenvolvimento Sustentável e Resistência Democrática (Fórum SG) solicitaram à Prefeitura, via ofício, informações sobre o plano de combate à pandemia do coronavírus (Covid-19) na cidade, mas até esta sexta (24) não houve resposta do governo José Luiz Nanci.


O documento fazia questionamentos quanto ao Plano de Contigência para o coronavírus adotado pelo município, bem como as medidas de segurança para os profissionais e população nos estabelecimentos da rede pública de saúde.


Em nota oficial, o Fórum afirma que "não foram apresentadas soluções efetivas e urgentes para atender a população em vulnerabilidade social que corre riscos de perder a vida com a pandemia que vem se alastrando em nossa cidade".


Câmara

Um documento com questionamentos semelhantes foi enviado à Câmara de Vereadores e aos parlamentares individualmente no dia 14, mas nem a Presidência e nem os edis responderam às indagações, tais como se existem ações emergenciais criadas pelo Parlamento para o enfrentamento da pandemia ou se teria sido aventada a criação de um Fundo Financeiro para socorrer a população mais vulnerável, incluindo pessoas em situação de rua que se aglomeram nas calçadas do Centro e Alcântara.


No dia seguinte ao envio do ofício (15/4) os vereadores realizaram sua primeira sessão ordinária presencial desde o início da quarentena, em 18 de março, quando a Câmara foi fechada. No encontro, que contou com 21 dos 27 vereadores, foram definidas algumas tímidas diretrizes de combate à pandemia. De efetivo, somente a distribuição de merenda escolar para pais e responsáveis de estudantes de escolas públicas municipais e a criação de uma Frente Parlamentar, que precisa dizer a que veio.


- Não recebemos nenhuma resposta de nenhum vereador deste município, o que transparece pouco interesse desses políticos em esclarecer à sociedade organizada sua atuação nesse momento de grave crise - protestam as entidades na nota oficial do Fórum SG.


O Fórum SG, que reúne mais de 40 entidades, conta com a participação popular da sociedade civil organizada e permanece com atuação intensa através de reuniões online, redes de solidariedade e na cobrança do poder público.

MV1.2.jpg
MALUGA_2.jpg

© 2020 POR APOLOGIA BRASIL

  • w-facebook
  • Instagram
  • White Twitter Icon