CTI do Pronto Socorro Infantil vira referência para Covid-19

O Centro de Tratamento Intensivo (CTI) foi inaugurado há um mês

Pacientes de outros usam a unidade/Foto: Divulgação
Pacientes de outros usam a unidade/Foto: Divulgação

Inaugurado há um mês, o Centro de Tratamento Intensivo (CTI) do Pronto Socorro Infantil (PSI) de São Gonçalo virou referência no atendimento a pacientes infectados ou com suspeita do novo Coronavírus. Neste final de semana, além das crianças gonçalenses que buscaram atendimento na unidade, duas outras dos municípios de Maricá e São Pedro da Aldeia foram transferidas para o Centro Intensivo do PSI com síndrome gripal e sintomas do Covid-19.    Depois de buscar atendimento para o filho na UPA de Inoã, em Maricá, na última quinta-feira, o vendedor Anthony Menezes, de 24 anos, foi encaminhado para o Pronto Socorro Infantil de São Gonçalo.


- Ele estava com febre de 39.4 e os exames mostraram plaquetas baixas e também uma infecção urinária. Fomos transferidos para o Hospital Modesto Leal, também em Maricá, onde ele fez o teste para o Coronavírus, e depois viemos para São Gonçalo, onde meu filho foi direto para o CTI - conta.  Estabilizado, o pequeno Anthony Junior, de apenas 2 anos e 6 meses, deve deixar a unidade intensiva nos próximos dias. De acordo com o médico Gabriel Farias, diretor do Pronto Socorro, o paciente está se recuperando bem. "A medicação vem fazendo efeito e os exames mostram uma melhora significativa. Acredito que dentro de no máximo uns três dias ele deixe o CTI", informa o diretor, acrescentando que é estável o quadro clínico do Anthony, que tem outros três irmãos.  Em outro leito do CTI, está Bryan de Souza Grassine, de 11 meses. Ele foi transferido para o Pronto Socorro Infantil pela Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de São Pedro da Aldeia no último domingo. Também acompanhado do pai, Bryan Coelho, o menino deu entrada na unidade da Região dos Lagos com falta de ar e coriza e após ser medicado e estabilizado foi transferido para São Gonçalo. "Graças a Deus está tudo bem. O atendimento aqui é muito bom", garantiu o pai.  Internado na mesma ala desde o dia 8 de junho, o pequeno José Natanael Ferreira Leite, de seis meses, morador do bairro do Rocha, em São Gonçalo, retornou ao CTI neste final de semana após ter deixado o setor há cinco dias. Segundo a médica Ingrid Argolo, a criança entrou no PSI com uma síndrome gripal e após realização de um exame de raio-x verificou-se uma infiltração no pulmão.  - Ele foi internado na enfermaria, mas seu quadro se agravou e foi transferido para o CTI. A mesma situação ocorreu esta semana, mas ele vem evoluindo bem ao tratamento. Em breve estará em casa junto a sua família - garante a médica à mãe do bebê, Antônia Ferreira de Melo, que também elogia o atendimento recebido no Pronto Socorro:  - O atendimento é muito bom. Não tenho do que reclamar. Só tenho a agradecer a Deus e a todos os profissionais que estão cuidando do meu filho - disse.  Os pacientes ocupam um dos oito leitos abertos há um mês no Pronto Socorro Infantil pelo prefeito José Luiz Nanci. O novo local conta com infraestrutura de ponta, como respiradores, sendo um portátil, monitores, incubadora e um setor de isolamento. 


MALUGA_2.jpg
QV1.jpg
Banner_300x250_Homem.gif