Buscar

Desembargadora é condenada a pagar indenização por calúnia contra Marielle Franco

Marília de Castro Neves afirmou nas redes que a vereadora havia sido “eleita pelo tráfico” e que era “engajada com bandidos”

A desembargadora/Foto: Reprodução Facebook

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ) condenou a desembargadora Marília Castro Neves a pagar indenização por danos morais à família da ex-vereadora Marielle Franco (Psol), assassinada há dois anos. 


A decisão foi tomada a partir de uma ação movida pela família de Marielle após comentários feitos pela magistrada, nas redes sociais, contra a memória da ex-vereadora dias após o seu assassinato. A desembargadora afirmou que a vereadora havia sido “eleita pelo tráfico de drogas” e que era “engajada com bandidos”. 


No Twitter, a irmã de Marielle, Anielle Franco, comemorou a decisão. “A desembargadora que disse que a minha irmã tinha envolvimento com bandidos foi condenada por danos morais e vai ter que pagar uma indenização a nossa família. É o mínimo, mas não paga o preço de ver a história da minha irmã sendo deturpada dias após o seu assassinato”, disse.

“Quiseram matar minha irmã duas vezes. Mas não permitiremos! Seguiremos o resto da vida defendendo a memória”, completou.


Fonte: BdF Rio de Janeiro

,

MV1.2.jpg
MALUGA_2.jpg

© 2020 POR APOLOGIA BRASIL

  • w-facebook
  • Instagram
  • White Twitter Icon