Buscar

Economia Solidária no LF é tema de debate na Câmara de SG

Encontro é promovido pela frente parlamentar da Alerj sobre o tema


Foto: Divulgação

O mantado do vereador Professor Paulo (PCdoB), presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara Municipal de São Gonçalo, em conjunto com a Frente Parlamentar em Defesa da Economia Popular Solidária da Alerj, presidida pelo deputado estadual Waldeck Carneiro (PT), realizarão, na próxima segunda-feira, 21/10, a Audiência Pública “Leste Fluminense e a Economia Solidária: alternativas para geração de trabalho, renda e dignidade”.


O deputado é autor da Lei 8.351/2019 que instituiu uma política estadual visando o desenvolvimento de empreendimentos e redes de economia solidária no âmbito do Estado do Rio de Janeiro, e quer estimular a criação de fóruns e conselhos municipais no Leste Fluminense. A ideia é fortalecer a sociedade civil e os movimentos sociais para que possam formular e monitorar políticas públicas para o setor.

- A primeira forma de discutir conteúdo de política pública é evidenciar que esta é uma área de política pública. Um dos objetivos dessa audiência é estimular que a iniciativa de Frente Parlamentar da Alerj seja adotada pelas câmaras municipais dos municípios que integram a região onde o encontro acontece. É importante também ajudar os governos municipais a aperfeiçoarem as suas estruturas que respondem pelas políticas de Ecosol e a quais os movimentos vão se dirigir. Temos grande expectativa de fazer um bom debate e colher frutos promissores - explica Waldeck.


Presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara Municipal de São Gonçalo, Professor Paulo vê a economia solidária como uma oportunidade para quem está fora do mercado de trabalho nesse momento de crise.


- A iniciativa de profissionais de diversas áreas que se unem e compartilham seus conhecimentos, suas habilidades e talentos é algo que deve ser valorizado e apoiado por todos nós. Em meio a esses trabalhadores, temos pequenos agricultores de orgânicos, artesãos, pescadores, profissionais da moda, arte, gastronomia, além de tantos outros setores. Observar o surgimento dessa economia em São Gonçalo me traz uma satisfação muito grande. Saber que temos cidadãos que, apesar de todas as dificuldades, estão dispostos a fazer a economia girar me enche de orgulho da força do trabalhador - defende.


Foram convidados para a audiência, que está marcada para começar às 9h30, o Secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Agricultura, Pesca e Trabalho de São Gonçalo, Evanildo Barreto, a subsecretária de Estado de Desenvolvimento Econômico e Emprego e Relações Institucionais, Ana Asti, a secretária de Agricultura e Desenvolvimento Rural de Tanguá, Cláudia Milão, representantes do Fórum Municipal de Niterói e São Gonçalo, respectivamente Celecina Rodrigues e Tarrya Araújo e o coordenador do Fórum Estadual, Antônio Oscar. 


SERVIÇO

Audiência Pública “Leste Fluminense e a Economia Solidária: alternativas para geração de trabalho, renda e dignidade”

Data: 21/10/2019 - 9h30m

Local: Câmara Municipal de São Gonçalo - Rua Francisco Portela 2814, Centro


MV1.2.jpg
MALUGA_2.jpg

© 2020 POR APOLOGIA BRASIL

  • w-facebook
  • Instagram
  • White Twitter Icon