Buscar

Em tempos de afastamento social, por Oswaldo Mendes


Domingo, dia 22 de março de 2020. Dia Internacional das Águas e Dia Internacional contra a Discriminação Racial. Décimo dia do afastamento social. O mundo e o Coronavírus.

Sábado – 21 de março foi o Dia Internacional das Florestas e também Dia Internacional da Poesia. Parabéns às Poetisas e aos Poetas que fazem a vida mais encantadora. Vida é encantadora. Ela te dá chances para quase tudo, como por exemplo, ser feliz ou buscar a felicidade.


Tem gente que busca a felicidade em viagens, dinheiro, num carro e com a família e amigos. Acertar ou errar também faz parte. O principal é buscá-la. Seja onde estiver e muitas vezes o que tanto busca está dentro de si. Uma coisa temos quase a certeza: A nossa felicidade não está no olhar de terceiros.


Errar é na maioria das vezes uma chance que a vida nos dá para aprendizagem, mas se quisermos aprender e tivermos todos os meios para tal. E no Ciclo de Deming as letras “C”- checar e “A” - de agir, se possível corretivamente, porém, tem um detalhe que é a repulsa às avaliações do ser humano.


Quanto a intolerância, toda e qualquer tipo, deve ser sempre discutida, pois no Brasil, a mesma é dissimulada, escamoteada, mas muito presente na maioria das rodas de pessoas. Negro sempre foi “freio de camburão” e cotas “é para quem não se esforçou”, pois todos são “quase” iguais perante a Lei.


Quanto a águas nós somos seres água. Setenta por cento de nosso corpo é água. Não vivemos sem ela e utilizamos os rios, córregos e mananciais para jogar o nosso lixo e depois reclamamos que a Baía de Guanabara está poluída ou que falta água em nosso bairro.


Neste momento onde vemos uma quebra de paradigma em função do Coronavírus as pessoas estão buscando saídas, logo aparecem os bloqueios e novas necessidades. O que fazer com o antigo emprego? De onde conseguir renda? Tente olhar em volta e ver as novas necessidades, as quais, no nosso olhar, são muito mais comunitárias, isto em relação a população.


O Mototaxi deve ter diminuído pessoas para transportar, mas poderá fazer pequenas compras para as pessoas que não podem sair de casa e precisam comprar desde remédios a alimentos, por exemplo.


O antigo “Boy” da empresa pode agora ser de uma comunidade, logicamente com a devida utilização de EPI’s – Equipamento de Proteção Individual.


Aulas para tirar dúvidas poderão ser adotadas à distancia. Até mesmo o bar pode vir até você. Antes íamos buscar o serviço e nestes tempos de afastamento social o serviço vem ao nosso encontro.


Uma palavra que não existe na política partidária é “nunca”, assim, mesmo sabendo que são “verbas carimbadas” consideramos de bom propósito algumas alterações que dissertamos abaixo.


Outras coisas que na nossa concepção poderiam ser alteradas: as eleições deste ano com a criação de um mandato tampão de um ano e também a redistribuição da verba oficial prevista para eleição – Fundo Eleitoral para a saúde.


Assim também que seja adotada esta mesma medida para todas as emendas parlamentares dos nossos representantes legais, Deputados Federais, Estaduais e Senadores, para a Saúde. Salvariam muitas vidas!


Fiquemos em casa buscando e sendo repassador de alegrias. Tudo passa! Nada permanece. Paz no coração de todos.

Oswaldo Mendes é engenheiro.



MV1.2.jpg
MALUGA_2.jpg

© 2020 POR APOLOGIA BRASIL

  • w-facebook
  • Instagram
  • White Twitter Icon