Esquerda gonçalense: quem não tem pecado que atire a primeira pedra

Por Pedro Rebelo* - Especial para o Daki