Buscar

Frente de esquerda, por Helcio Albano


Entre 11 e 14 de outubro, vivemos e vivenciamos o Festival Literário (Flisgo) que mobilizou uma cidade inteira, tendo como pretexto para a felicidade - veja você! - a literatura.


Talvez apenas organizadores e participantes acreditassem no seu sucesso, mas foi muito mais que isso, foi um marco que impõe novos paradigmas, tanto para quem produz quanto para quem consome cultura.


Por lá, e particularmente na banca da editora Apologia Brasil, passou muita gente. Amigos, gente de pronta amizade, leitores atrás de títulos e de autores gonçalenses e a classe política. Não toda, é verdade, mas a esquerda em peso se fez presente. E pelo menos ali, a tão querida e buscada Frente Progressista logrou materializar-se, mesmo que num brevíssimo sopro de esperança.


O Prof. Josemar (PSOL) foi o primeiro a visitar-nos. Muitos eleitores o cercaram, apertos de mãos, abraços e selfies, muitas selfies. Fez confidências, confirmadas por Isaac Ricalde (PCdoB) no dia seguinte: aliança firmada, caminharão juntos.


Henrique Porto (PDT) tem como opção 1,2,3... Aparecida Panisset como candidata. Dimas Gadelha já incorporou o PT ‘quaquístico’, mas sua filiação à legenda é fake news, garante Almir Barbio, dirigente do partido.


E Marlos Costa (PSB) tá tranquilão. Não fará nenhum esforço para encabeçar uma, ainda, improvável Frente...


Bônus

Sobre a ausência de políticos de direita no festival literário, o produtor e ativista cultural Rafael Massoto, observou:


- Fica tudo tão claro pra quem pensa. Os representantes da direita estariam presentes se fosse uma feira de armas e munições.


Pano rápido.

Helcio Albano é jornalista e editor do Jornal Daki.


MV1.2.jpg
MALUGA_2.jpg

© 2020 POR APOLOGIA BRASIL

  • w-facebook
  • Instagram
  • White Twitter Icon