Buscar

Ganhadores do I Festival Educa Mangue são premiados em São Gonçalo

Os manguezais no Brasil são um dos biomas mais vulneráveis à ação humana

O prefeito José Luiz Nanci entregou os prêmios/Foto: Divulgação

O prefeito José Luiz Nanci realizou nesta quinta-feira (30), em seu gabinete, a entrega do kit prêmio para os ganhadores do I Festival Educa Mangue. O encontro encerra as celebrações sobre o Dia Mundial da Preservação dos Manguezais, comemorado no último domingo (26). As ações foram promovidas pela Secretaria Municipal de Educação (Semed), através da Subsecretaria de Planejamento Educacional e Formação Continuada, em parceria com a ONG Guardiões do Mar (Projeto Uçá).


A entrega do kit foi feita para a professora Cleucivânia Soares, destaque pela participação na categoria paródia e dissertação, da Escola Municipal Pastor Haroldo Gomes, que representou todos os ganhadores do I Festival Educa Mangue. Os kits prêmios foram oferecidos pelo Projeto Uçá e são compostos de uma ecobag confeccionada em malha pet, um caderno, um lápis ecológico, um squeeze, uma caneca de alumínio, um guarda-sol e uma toalha de praia.

- Fico muito feliz em ver a participação dos alunos neste evento, se dedicaram com afinco, dando o seu melhor para a realização do trabalho, neste momento atípico que estamos vivendo devido à pandemia ocasionada pela Covid-19. Parabenizo a todos que se envolveram para que o Festival acontecesse, destaco também a parceria com a Associação Protetores do Mar - ONG Guardiões do Mar, através do Projeto Uçá. Esperamos repetir esta parceria em outrs oportunidades - afirmou o prefeito.


O Projeto Educa Mangue, uma parceria da Secretaria de Educação de São Gonçalo, por meio da Subsecretaria de Planejamento Educacional e Formação Continuada/Coordenação de Projetos, e a ONG Guardiões do Mar, por meio do Projeto UÇÁ, desenvolveu uma agenda de ações de Educação Ambiental com alunos das unidades escolares integrantes do Polo 7, território localizado na área de manguezal presente em São Gonçalo, que corresponde a 1,2% do total da área de manguezal da Baía da Guanabara.


- O Festival Educa Mangue ocorreu em parceria com o Projeto Uçá, levando educação ambiental para as escolas do Polo 7, que abrange a área do Salgueiro. O Projeto é de grande importância, pois leva conscientização para os alunos da rede pública municipal de São Gonçalo, bem como para as famílias dos alunos. O Festival foi um grande sucesso, pois ocorreu no momento de isolamento social, e com tudo isso a educação ambiental foi levada a casa dos alunos e seus familiares - disse Maurício Nascimento, secretário de Educação. 


No desenvolvimento do projeto, a parceria público privada para os interesses preservacionistas e educativos tiveram como ponto de partida o Projeto UÇÁ, desenvolvido pela ONG Guardiões do Mar há vinte anos e que tem resultados extraordinários para a educação ambiental de milhares de crianças e preservacionistas, evitando a maior destruição do manguezal.

- Por meio da Educação Ambiental conseguimos ensinar a importância deste ecossistema, um dos mais produtivos do planeta e com forte impacto econômico e social, já que cerca de três quartos das espécies de peixes marinhos de interesse comercial dependem dos manguezais para seu desenvolvimento - explica Ângela Soledade, educadora ambiental, responsável pelo projeto.  


Este é um projeto muito importante, pois é sabido que os manguezais no Brasil são vulneráveis a uma série de ameaças advindas da ação humana e a educação é a melhor forma de mudarmos essa situação. Todas as ações desenvolvidas pela Secretaria de Educação são vinculadas a agenda 2030, dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODSs) da ONU. Foram trabalhados com o objetivo 11 – Cidades e Comunidades Sustentáveis; objetivo 13 – Ação contra a Mudança Global do Clima; objetivo 14 – Vida na Água; e objetivo 15 – Vida Terrestre.


O caminho pedagógico do Projeto integrou arte, leitura e formação continuada, trabalhada de forma transversal e interdisciplinar. O Projeto UÇÁ foi responsável pela doação de material didático de qualidade de apoio às 12 Escolas de Ensino Fundamental I e Educação Infantil envolvidas no projeto e também pela formação na área de Educação Ambiental dos professores envolvidos. Todos os participantes foram certificados.


- Alcançamos sustentabilidade ao promover formação para os professores envolvidos e apontar os caminhos para a realização através do Festival Educa Mangue que integrou a Educação Ambiental, poesia, fotografia, música e leitura. O envolvimento de todos e a qualidade dos trabalhos foram gratificantes e nos deram a certeza de termos acertado na estratégia - disse o professor Júlio Vidal, coordenador de Projetos da Semed e responsável pelo festival.


Além de sua importância educacional, ambiental e cultural para o projeto, os manguezais são fonte de renda de dezenas de milhares de famílias na zona costeira brasileira, que dependem deles também para sua segurança alimentar. Um dos exemplos mais notáveis é a extração do caranguejo-uçá (Ucides cordatus) que atualmente é feita de forma artesanal, em praticamente toda a costa brasileira, sendo descrita como uma das mais significativas atividades pesqueiras em vários estados, principalmente nas regiões Norte e Nordeste.


O projeto terá continuidade em São Gonçalo, através de investimento em ações de aproximação entre as escolas e comunidade, podendo gerar de forma sustentável, inclusive, emprego e renda.


Ganhadores do Educa Mangue - EDUCA MANGUE 


1º LUGAR: CATEGORIA – CARTAZ COM DESENHO  

Manuela Dias de Carvalho – aluna 1º Ano da E.M. Pastor Haroldo Gomes – Prof. Paula Moura Martins

1º LUGAR CATEGORIA – DISSERTAÇÃO/ALUNA 

Ana Clara Ramos Paiva Rosa – aluna 4º Ano da E.M. Pastor Haroldo Gomes – Prof. Cleucivânia Soares Freire

1º LUGAR CATEGORIA – DISSERTAÇÃO/PROFISSIONAL DA EDUCAÇÃO 

Prof. Cleucivânia Soares Freire da E.M. Pastor Haroldo Gomes do 4º Ano

1º LUGAR CATEGORIA – VÍDEOS CURTA METRAGEM  

Melissa Meguy dos Santos Cardoso – aluna 3º Ano da E.E.M. Salgado Filho – Prof. Ana Paula dos Santos Rodrigues.

CATEGORIA – FOTOGRAFIA  

1º LUGAR - Kauã Felipe de Souza Silva – 4º Ano  – E.M. Pastor Haroldo Gomes - Prof. Cleucivânia Soares Freire


2º LUGAR - Yuri Liander Ferreira da Silva  – 5º Ano  – E.E.M. Salgado Filho - Prof. Viviane Teles Alves

3º LUGAR - Alexandre de Oliveira dos Santos – 3º Ano  – E.E.M. Salgado Filho – Prof. Ana Paula dos Santos Rodrigues

CATEGORIA – PARÓDIAS 


1º LUGAR: Samuel Bryan Oliveira Cavalcante Mendonça – 4º Ano - E.M. Pastor Haroldo Gomes  - Prof. Cleucivânia Soares Freire

2º LUGAR: Prof. Maria do Socorro Souza dos Santos – E.M. Professora Niulma Goulart Brandão do 5º Ano

DESTAQUE PELA PARTICIPAÇÃO/PARÓDIA/DISSERTAÇÃO 

Prof. Cleucivânia Soares Freire - E.M. Pastor Haroldo Gomes

Não foram apresentadas Produções/Atividades em algumas categorias, o que possibilitou ofertar os kits do Projeto Uçá a outras colocações conforme a categoria.

Foram recebidas na Categoria FOTOGRAFIA 48 fotos. 

1º Lugar - MANGUE DA PRAIA DA BEIRA, ITAOCA, SÃO GONÇALO 

2º Lugar - SEM TÍTULO (FOTO DO CARANGUEJO NA MÃO)

3º Lugar - SEM TÍTULO  (FOTO DO MENINO NO MANGUEZAL)

Em virtude da Pandemia do Covid-19 os kits dos alunos serão entregues nas unidades escolares.


MV1.2.jpg
MALUGA_2.jpg

© 2020 POR APOLOGIA BRASIL

  • w-facebook
  • Instagram
  • White Twitter Icon