General Pazuello teme ser preso diante de investigações da CPI e do MPF

Pessoas próximas do ex-ministro da Saúde relatam seu temor com a possibilidade de ser preso, diante das revelações de que diversos funcionários da pasta estavam envolvidos em pedidos de propina e do avanço de uma ação de improbidade administrativa


De Brasil 247

FOTO: LEOPOLDO SILVA/AGÊNCIA SENADO
FOTO: LEOPOLDO SILVA/AGÊNCIA SENADO

O ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello vem demonstrando preocupação com a possibilidade de ser preso, diante do avanço da CPI da Covid, que revelou o envolvimento de diversos funcionários da pasta no esquema de propina na compra de vacinas.


Segundo o jornal Folha de S.Paulo, em março deste ano, o então ministro prometeu a um grupo de intermediadores comprar 30 milhões de doses da vacina chinesa CoronaVac que foram formalmente oferecidas ao governo por quase o triplo do preço negociado pelo Instituto Butantan. A gravação já está em posse da CPI.


Pessoas próximas no Palácio do Planalto, ouvidas pelo Antagonista, disseram que, durante a semana passada, o general da ativa do Exército demonstrou temor também pela possibilidade de ser alvo de um mandado de prisão temporária do Ministério Público Federal (MPF).


Segundo o jornal Folha de S.Paulo, em março deste ano, o então ministro prometeu a um grupo de intermediadores comprar 30 milhões de doses da vacina chinesa CoronaVac que foram formalmente oferecidas ao governo por quase o triplo do preço negociado pelo Instituto Butantan. A gravação já está em posse da CPI.


Pessoas próximas no Palácio do Planalto, ouvidas pelo Antagonista, disseram que, durante a semana passada, o general da ativa do Exército demonstrou temor também pela possibilidade de ser alvo de um mandado de prisão temporária do Ministério Público Federal (MPF).



MALUGA_2.jpg
QV1.jpg
Banner_300x250_Homem.gif