Buscar

Geraldo Azevedo visita exposição em sua homenagem no Bistrô D'Avó

Cantor foi tietado pelos fãs

O cantor e compositor pernambucano de Petrolina, Geraldo Azevedo, 74 anos, visitou na tarde de quarta (20/11), Dia da Consciência Negra, a exposição instalada em sua homenagem no Bistrô Cultural D'Avó, no Centro.


Azevedo, autor de canções eternas como Dia Branco, Dona da Minha Cabeça e Bicho de Sete Cabeças, foi, inevitavelmente, tietado pelos fãs que compareceram à exposição, inaugurada em 12/11 com duração até 12/12, sempre de 8 às 20 horas, que mostra alguns instrumentos usados pelo artista ao longo da carreira, rascunhos originais de composições, o figurino característico, retratos de várias fases do artista e muitas curiosidades.

- Bom demais essa recepção tão carinhosa em uma casa tão bonita e aconchegante - disse o músico, em meio a beijos e abraços de reconhecimento da extensa e poderosa carreira e obra do artista desde Quadrafônico (1972), seu primeiro registro fonográfico em parceria com o amigo e conterrâneo de Olinda, Alceu Valença.


O músico e roadie José Bonifácio, o JB, que acompanha o artista há mais de 30 anos, é o curador da instalação e reuniu o acervo distribuído por todo o espaço amplo e aconchegante do Bistrô. Vale uma visita.


- Gratidão é a palavra! Bom demais ter a honra de receber Geraldo Azevedo no Bistrô D'Avó! Fiquei orgulhosa do carinho e a educação que o gonçalense recebeu o Geraldo aqui - disse Jandira Magno, proprietária do Bistrô.


"Eu digo e ela não acredita, ela é bonita, ela é bonita/Demais..."

Sim, Geraldo Azevedo deu uma canjinha:

O Bistrô Cultural D'Avó fica na rua Eduardo Vieira de Souza, n° 122. (Rua lateral do Rodo Shopping) e funciona como cafeteria, boleria e restaurante com música ao vivo de segunda a sábado, das 8 às 20h.


MV1.2.jpg
MALUGA_2.jpg

© 2020 POR APOLOGIA BRASIL

  • w-facebook
  • Instagram
  • White Twitter Icon