Buscar

Gonçalenses repudiam ato de Bolsonaro contra a democracia

Os pré-candidatos à prefeitura de São Gonçalo Isaac Ricalde e Josemar Carvalho soltaram nota de repúdio ao presidente


Por Rodrigo Melo

Josemar e Ricalde se manifestaram contra o atentado do presidente às instituições da democracia/Foto: Divulgação

Pelo menos desde o início do Carnaval, a tropa virtual bolsonarista espalha pelas redes sociais memes e banners digitais convocando a população para um ato em defesa do fechamento do Congresso Nacional e do Supremo Tribunal Federal (STF) no sentido de instalar definitivamente uma ditadura no país.


Nas peças de propaganda, generais do Exército brasileiro, da ativa e da reserva, aparecem com destaque, como se chancelassem a ação programada para ocorrer no dia 15 de março. Porém, ontem (25), conforme narrou a jornalista de O Estado de São Paulo, Vera Magalhães, o absurdo subiu de patamar, com o próprio presidente da república compartilhando pelo whatsapp um vídeo de apoio ao ato criminoso, incorrendo em crime de responsabilidade, que dá impeachment, como prevê o artigo 85 da Constituição.


Por todo o país, a reação tem sido dura, como deve ser. Presidentes de diversos partidos, à esquerda e à direita, OAB, jornalistas, juízes, membros da sociedade civil organizada, vieram a público exigir medidas concretas das instituições contra a ousadia golpista e autoritária do maior mandatário da República.


Em São Gonçalo, mais de 40 entidades que compõem o Fórum de Desenvolvimento Sustentável e de Resistência Democrática (FDSRD-SG) soltaram nota unificada em repúdio ao presidente. Os pré-candidatos à Prefeitura da cidade, Isaac Ricalde (PCdoB) e o Professor Josemar Carvalho (PSOL), já se manifestaram oficialmente em suas redes sociais.


- É gravíssima a informação de que Bolsonaro utiliza o próprio celular para disparar mensagens convocando para um ato contra o Congresso Nacional e contra o Supremo Tribunal Federal. Confirmada, Bolsonaro deve responder por crime de responsabilidade, nos termos do Art. 85, II, da Constituição Federal. É dever de todos nos defendermos o estado democrático e de direito, uma conquista do povo brasileiro - disse Ricalde.


A pedido do Jornal Daki, o Professor Josemar enviou uma nota, depois compartilhada em suas redes sociais e publicada na página oficial do PSOL gonçalense:


- Bolsonaro testa mais uma vez os limites frágeis da democracia brasileira. É grave o fato de Bolsonaro utilizar suas próprias mídias para mobilizar o ato contra o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal.


Desde o início do seu governo, Bolsonaro e seus dão sinais que tem no seu norte, o fechamento do regime político brasileiro. As suas declarações, de seus filhos e ministros defendendo o AI-5 são exemplos nefastos do que estamos falando.


Defender o incipiente legado democrático brasileiro é fundamental neste momento. Não aceitamos nenhuma ditadura e nem o que ela signifique.


Agora é hora de unir todos lutadores sociais, movimentos sociais acadêmicos críticos e partidos numa ampla agenda de mobilização. O 08 de março pode ser bom começo na jornada de luta pelo dia internacional das mulheres. O 14 de março é uma outra oportunidade de defendermos a democracia. Nesta data completa dois anos da morte da nossa companheira Marielle Franco. Também devemos nos unificar no dia 18, onde a greve nacional da educação está marcada.


Essa é uma agenda inicial. É preciso criar novos atos nacionais e locais para a derrocada do Bolsonaro. Aqui em São Gonçalo, o Fórum de Desenvolvimento Sustentável e Resistência Democrática de São Gonçalo também atuará nesta direção.


Agora é a hora de lutar contra o ovo da serpente que se germina. É tarefa de todos que lutam por uma outra sociedade fraterna e igualitária, a derrubada de Bolsonaro.


O Fora Bolsonaro está na ordem do dia.


O FDSRD-SG também se manifestou assim:


Nota de Repúdio de 26/02/20 do Fórum de Desenvolvimento Sustentável e Resistência Democrática de São Gonçalo à Bolsonaro pela convocação de ato pelo Fechamento do Congresso Nacional e do Supremo Tribunal Federal.


É com muito pesar que tomamos conhecimento de um ato atentatório e criminoso para com as nossas duas Instituições, o Congresso Nacional e o STF, praticadas, pasmem, pelo Presidente da República Jair Bolsonaro, que tem o dever primeiro de assegurar o pleno funcionamento dessas instituições, que representam o Estado Democrático de Direito.


Com todas as suas limitações, o Estado Democrático de Direito assegura nossa liberdade de ir e vir, bem como de regular nossa segurança alimentar, o acesso à educação, saúde, moradia, transporte, segurança pública e cultura.


O Presidente Jair Bolsonaro, utilizando-se do cargo público, viola o artigo 85 da Constituição da República e comete Crime de Responsabilidade ao convocar a população para derrubar o Congresso Nacional e o STF, interferindo no Poder Legislativo e Judiciário, sendo vedado por lei ao Poder Executivo praticar esse ato que viola nossos direitos como cidadãos e cidadãs desse país.


A forma como Bolsonaro se manifesta é típica de um golpista que tenta destruir o conviver democrático entre as pessoas e as instituições.


Repudiamos veementemente essa postura autoritária representada por Jair Bolsonaro que deveria ocupar a Presidência da República para administrar o país, viabilizar os empregos formais, implementar políticas que facilitem ao povo o acesso à educação, saúde de qualidade, moradias dignas e salário mínimo justo, possibilitando de fato que a população pobre se mantenha, como prevê nossa Constituição da República.


Infelizmente, ele ocupa a Presidência desse país para atacar o nosso povo pobre e humilde, e o faz atacando as nossas instituições que asseguram a democracia, o respeito ao que é correto e justo e plena sobrevivência. Hoje, o Congresso Nacional e o STF conseguem assegurar a constituição, contudo, o amanhã sem eles, só vai nos restar a violência extrema e a barbárie contra nós e nossa família, pois a ditadura não vê as pessoas como seres humanos dotados de direitos e sim como objetos que tem o dever de manter o governo no poder a qualquer preço.


Nós, do Fórum de Desenvolvimento Sustentável e Resistência Democrática de São Gonçalo, repudiamos Bolsonaro e apoiaremos os atos, as ações e as mobilizações dos movimentos sociais, entidades e coletivos que lutem contra suas medidas golpistas e autoritárias.

Não a intervenção no Congresso Nacional e no STF!

#ForaBolsonaro


*Assina esta Nota de Repúdio

as Entidades,Movimentos Sociais Coletivos e Organismos Não Governamentais de São Gonçalo que compõem este Fórum.


*Atualizado em 27/02/2020 às 11:02 horas.


MV1.2.jpg
MALUGA_2.jpg

© 2020 POR APOLOGIA BRASIL

  • w-facebook
  • Instagram
  • White Twitter Icon