Governo Nelson Ruas quer dobrar efetivo do Segurança Presente

Prefeito reúne agentes para balanço do primeiro mês de ações

Prefeito promoveu café da manhã no bairro Estrela do Norte/Foto: Divulgação
Prefeito promoveu café da manhã no bairro Estrela do Norte/Foto: Divulgação

O prefeito de São Gonçalo, Capitão Nelson, anunciou nesta segunda-feira (19) que está buscando recursos para dobrar o efetivo da Operação São Gonçalo Presente. Com 27 dias da ampliação do patrulhamento no município e 50 prisões no período, o prefeito reuniu os agentes em um café da manhã, no prédio que abriga a base do programa, no antigo Centro de Integração do Comperj, em Estrela do Norte, para realizar um balanço deste primeiro mês de ações no município e traçar estratégias para reduzir os índices de criminalidade.

- É um trabalho que iniciamos logo nos primeiros dias de janeiro, com a colaboração do Governo do Estado, na pessoa do governador em exercício, Cláudio Castro, que nos auxiliou a implantar o São Gonçalo Presente. Esse policiamento tem se mostrado muito eficaz e muito próximo do cidadão. Eles estão mudando o conceito dos munícipes em relação à Polícia Militar, com a proximidade, no trato, no combate ao crime e, hoje, eu tenho certeza que o gonçalense se sente mais seguro - comentou o prefeito Nelson Ruas, que pretende aumentar o efetivo do programa para trazer ainda mais segurança às ruas da cidade:

- Vamos seguir trabalhando para, a cada ano, aumentar o efetivo e reduzir os índices de criminalidade, além de manter o empresariado e atrair novas empresas para o município - completou.

O secretário de Ordem Pública, Major David Ricardo, avalia como positivo os primeiros 27 dias do reforço do São Gonçalo Presente.

- Já é perceptível a sensação de segurança nas ruas. Retiramos mais de 50 criminosos em 27 dias de atuação. A cidade está mais ordenada. Com gestão e com o aumento do efetivo para outras regiões, a gente vai modificar toda essa estrutura - avaliou.


Alinhado com o chefe do Executivo, o deputado federal Altineu Côrtes espera mudar a realidade da cidade com o aumento do efetivo. Em Brasília, ele atua na captação de recursos para investir na Segurança Pública do município.

- São Gonçalo vive um momento especial, pois tem um prefeito que acorda cedo e dorme tarde, trabalhando incansavelmente para cuidar da cidade. São Gonçalo tem a menor renda per capita do Estado e os desafios são gigantescos, mas com a equipe que o Capitão Nelson montou, com o seu secretariado, tem feito um excepcional trabalho. Então, temos que trazer os investimentos. A nossa meta é dobrar o São Gonçalo Presente e precisamos sensibilizar o empresariado para que possa investir na Segurança Pública, para que a gente possa mudar a realidade - comentou Altineu.

À frente da Secretaria de Gestão Integrada e Projetos Especiais, Douglas Ruas ressalta que a Segurança Pública é fundamental para o desenvolvimento da cidade, como um todo. Segundo ele, além da ampliação do São Gonçalo Presente, o município busca implantar outros projetos para intensificar o combate à criminalidade.

- Desde o início, tivemos a felicidade de contar com o Major David Ricardo à frente do programa, que tem experiência nesse modelo de ação. Através da Secretaria de Gestão Integrada e Projetos Especiais, temos prestado todo o apoio na busca de recursos dos governos estadual e federal, para implementação do centro de monitoramento, aquisição de viaturas e ampliação do São Gonçalo Presente. Em pouco tempo, já é notória a melhora na sensação de segurança nas ruas da cidade - disse o secretário Douglas Ruas.

De acordo com o secretário Douglas, São Gonçalo está trabalhando em duas frentes de captação de recursos: junto ao governo do Estado, para a implantação de um centro de monitoramento, e com a criação do Fundo Municipal de Segurança, que já está tramitando na Câmara de Vereadores.

- O Fundo Municipal é um importante instrumento que nos permite receber recursos do governo federal e da iniciativa privada para a segurança - explicou Douglas Ruas.



MALUGA_2.jpg
QV1.jpg
Banner_300x250_Homem.gif