Buscar

Internet das Coisas - IOT: vêm mudanças por aí na nossa vida! Por Oswaldo Mendes


Internet Of Things (IOT, abreviação em inglês) ou a Internet das Coisas, parece que chegou definitivamente ao Brasil. Não é uma tecnologia nova, pois desde 1991 vem sendo desenvolvida em Centros de Pesquisa em todo o mundo, porém, popularizada na Europa e Estados Unidos há mais ou menos dois anos.


Chegou ao Brasil em final de 2019 início de 2020 as Assistentes Virtuais, em português, das gigantes Google – Google Mini ou Nest e da Amazon – Alexa. Há outras plataformas, inclusive a da Apple – Siri, mas ainda não são tão populares como as demais outras gigantes concorrentes.


Mas o que seria uma Assistente Virtual? De uma forma bem popular nada mais é do que uma Secretária Eletrônica computadorizada, ligada à internet que consegue receber, responder perguntas diversas, armazenar dados e informações, enviar e receber comandos para outras coisas - aparelhos elétricos/eletrônicos que podem ter a capacidade de interagir.

Na verdade, é você ligando coisas à internet, através de um protocolo, em resposta a um dado advindo de um sensor qualquer, por exemplo, como resultado.


Como já dissemos, no Brasil, ainda é incipiente, mas certamente em breve as pessoas escolherão, ao fazer as suas compras, produtos inteligentes adicionados a uma plataforma do Google ou da Alexa, por exemplo.


Comandar seus aparelhos à distância por comando de voz. Isso mesmo. Ligar e desligar a lâmpada de sua casa à distância. Ligar o ar condicionado a uma certa temperatura, além das lâmpadas e abrir a porta da sua casa quando estiver chegando, isto por comando de voz.

Integrar todos os aparelhos elétricos e eletrônicos de sua casa à internet através de atuadores e sensores, ligados ao Assistente Virtual.


Ao ser acordado pelo Assistente virtual em dias e horários previamente definidos, ligar a cafeteira, ser informado sobre o tempo e temperatura nos locais de seu interesse, no trânsito local e até o seu trabalho, ligar a tv – com mudança através de comando de voz de canais e volume, - já se encontram em nossa realidade.


Num momento de recessão mundial talvez esses dados sejam vistos como agora dispensáveis, mas certamente, num futuro bem próximo, não.


Peça então ao Assistente Virtual para incluir algo na sua lista de compras.


Caso ainda não o tenha, uma ótima opção é quando sobrar, no seu orçamento, uns cento e oitenta e sete reis para comprar o Assistente Google Mini, em promoção neste final de semana pela internet ou em torno de duzentos e trinta reais a Alexa. Claro que há modelos mais caros, mas esses podem ser um bom início e muito vai ajudar.


Em breve palavras como Zigbee, Tuya, Sonoff, eWelink, Gateways serão incluídas nos vocabulários de todos. E os aparelhos ditos “burros” darão espaço para os inteligentes.

Outra coisa é que eles podem ser utilizados como apoio ao estudo respondendo em cálculos, questões de história, dúvidas em português, etc. Não dispensa o Professor, mas se bem utilizado pode ajudar muito.


Em suma: A IOT – Internet das Coisas chegou para ficar e mudar hábitos de compra.

Isso não é um aviso, nem ameaça, é apenas mais uma mudança da tecnologia que fará, em breve, com que todos os materiais que você compre sejam inteligentes.

Oswaldo Mendes é engenheiro.




MV1.2.jpg
MALUGA_2.jpg

© 2020 POR APOLOGIA BRASIL

  • w-facebook
  • Instagram
  • White Twitter Icon