Buscar

Juareis Mendes, orgulho gonçalense, nos deixa aos 85 anos

Artista deixa grandiosa obra como legado


Especial com OSG

O artista Juareis e o sorriso que acolhe/Foto: Divulgação

O escritor e ilustrador gonçalense, Juareis da Costa Mendes, morreu, neste domingo (28), aos 85 anos. Considerado um magistral patrimônio cultural de São Gonçalo, o artista passou anos de sua vida produzindo grandes obras, em sua maioria, para crianças.

Juareis chegou a ser homenageado, ainda em vida, com a montagem de uma sala no Ciep 125 Municipalizado Paulo Roberto Macedo do Amaral, localizado no bairro do Colubandê, contendo diversas obras. A sala batizada de ‘Juareis Mendes: Artes e Sentidos’ foi abraçada por vários alunos da unidade, que expunham algumas releituras realizadas durante as aulas.

A integrante do Fórum Gonçalense de Cultura, Cleise Campos, destacou as ações positivas que o artista deixa para os gonçalenses. “É bom que ele tenha serenidade na sua partida  e nosso melhor alento é abraçar a pessoa maravilhosa que nos deixa mil presentes com sua arte e alegria”, diz ela.

Juareis da Costa dedicava o seu tempo para ir além da produção de suas artes, ele também costumava participar de rodas de histórias, lendo seus livros didáticos infantis. Em 2015, o artista chegou a fazer uma leitura na Biblioteca Municipal de Itaboraí. Na ocasião, ele revelou suas referências e ideais.

“Escrevo livros com a intenção de fazer a criança refletir. É preciso envolver os leitores. Como dizia Benjamim Franklin: ‘Diga-me e eu esqueço; ensina-me e eu lembro; envolva-me e eu aprendo”, disse Juareis que já contou com a participação de Ziraldo em dois de seus livros – “Existo, logo rabisco” e “Um estranho safári”.

A cerimônia de despedida para Juareis Mendes acontece nesta segunda (29), às 15h30, no Cemitério Parque da Paz, no Pacheco, em São Gonçalo.


Em 2017, o produtor cultural Romário Regis fez com Juareis um vídeo contando um pouco da trajetória do artista e pedagogo:


- Juareis Mendes é comparado com Ziraldo, mas ele não é Ziraldo, ele tem traços próprios. Pedagogo, poeta, artista plástico, Juareis é um dos nomes mais importantes da história da cidade - registrou Romário. Assista:





MV1.2.jpg
MALUGA_2.jpg

© 2020 POR APOLOGIA BRASIL

  • w-facebook
  • Instagram
  • White Twitter Icon