'Não faço fileira com bandido', diz vereador do Patriota sobre Flávio Bolsonaro

Parlamentar foi expulso da legenda após declaração

O secretário parlamentar Rubinho Nunes e o deputado federal Kim Kataguiri (DEM) (Crédito: Divulgação/MBL)
Rubinho Nunes e o deputado federal Kim Kataguiri (Crédito: Divulgação/MBL)

O vereador paulistano e advogado do MBL, Rubinho Nunes, foi expulso do Patriota. O diretório do partido na capital paulista decidiu pelo seu desligamento na última segunda-feira (7) após acatar uma denúncia por indisciplina partidária.

O vereador, que é crítico ferrenho da possível adesão da família Bolsonaro ao partido, não recorrerá da decisão: ”Eu não faço fileira com a família Bolsonaro, com bandido, criminoso”, disse à Folha de S.Paulo.


Segundo o vereador, o pedido pela sua expulsão se baseou nas críticas que ele vem fazendo ao partido após a filiação do senador Flávio Bolsonaro à agremiação.




MALUGA_2.jpg
QV1.jpg
Banner_300x250_Homem.gif