Buscar

Niterói: Avenida Marquês do Paraná tem obras retomadas


Em fase final de alargamento, o trabalho será concluído no início de junho

Avenida ganha uma nova ciclovia bidirecional/Foto: Berg Silva

Depois de duas semanas de interrupção por causa das medidas mais rigorosas de isolamento social, a Prefeitura de Niterói reiniciou as obras de alargamento e reurbanização da Avenida Marquês do Paraná, no Centro. O projeto inclui uma quarta faixa, exclusiva para ônibus, em cada sentido da avenida, ciclovia bidirecional, e uma nova parada de ônibus sobre o mergulhão Ângela Fernandes, nos mesmos moldes arquitetônicos das estações da TransOceânica. Além disso, o passeio dos dois lados da avenida será acessível, com novo paisagismo, melhorias na drenagem, iluminação de LED e sinalização para pedestres.


Segundo o secretário municipal de Urbanismo e Mobilidade, Renato Barandier, a obra entra em sua última fase e deve ser concluída já na primeira quinzena de junho.


- A obra foi retomada e nessa reta final vamos fazer trabalhos de acabamento, paisagismo e a estação de ônibus será instalada nos próximos dias. Teremos quatro faixas de rolamento em cada sentido. Uma exclusiva para ônibus e três para os demais veículos, além da nova ciclovia - explica Renato Barandier. Segundo ele, também serão finalizados o recapeamento asfáltico de alguns trechos e a sinalização horizontal e vertical.


O secretário adiantou também que um novo corredor de transporte formado pelas ruas da Conceição e Doutor Celestino finalizado esta semana e vai melhorar o acesso de motoristas à Marquês do Paraná.


A obra também será importante para a mobilidade dos ciclistas. A ciclovia da Marquês do Paraná, bidirecional, passa a interligar as faixas exclusivas para ciclistas das avenidas Roberto Silveira e Amaral Peixoto, duas importantes ciclovias da cidade.


Para a realização da obra, o Município fez a desapropriação e demolição de mais de 50 imóveis no trecho entre as ruas Doutor Celestino e Miguel de Frias que eram necessárias para o alargamento da via e a implantação da ciclovia.


MV1.2.jpg
MALUGA_2.jpg

© 2020 POR APOLOGIA BRASIL

  • w-facebook
  • Instagram
  • White Twitter Icon