Buscar

O Brasil está manchado, por Rafael Abreu


Várias manchas de óleo apareceram nas últimas semanas nas praias do nordeste.


A origem do vazamento desse óleo ainda não foram descoberta pelo Governo, nem pela Petrobrás e nem pela Marinha.


O que há são suspeitas e acusações.


Parece que agora a culpa é de um navio mercante de bandeira grega.


Digo isso por que esse desgoverno já deu tantas desculpas esfarrapadas, já inventou tantas histórias sobre esse vazamento.


Ele já acusou a Venezuela, mesmo sem provas, criando assim mais um problema diplomático com nosso vizinho.


O seu ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles, chegou a acusar o Greenpeace de derramar o óleo como protesto.


Agora você vê... há que ponto nós chegamos!


Se tem queimada nas florestas e derramamento de óleo nas praias, a culpa agora é das ONGs?


O que consta é que há quase três semanas após o primeiro aparecimento das primeiras manchas de óleo no litoral nordestino, até agora o desgoverno de Jair Messias Bolsonaro, nada fez para impedir ou solucionar o problema de alto impacto ambiental, econômico e turístico dessas regiões.


Segundo o seu ministro, o peixe é um animal inteligente por isso desvia do óleo.

Enquanto no hospício, eles falam suas sandices e os malucos que ainda os seguem cegamente e ainda batem palmas para as suas baboseiras.

O povo nordestino vem fazendo a sua parte e limpando no braço toda sujeira das praias, sem ajuda nenhuma do governo.


Muitos voluntários sem a devida orientação e materiais de proteção, foram intoxicados devido o contato que tiveram com o produto que é altamente tóxico.


Para não ficar muito feio para eles, foi enviado cerca de 3 mil militares para ajudar a população que já estava limpando as praias há dias.


Outro fato que vale ressaltar é que o plano de emergência ambiental e contenção de desastres não foi acionado.


A mancha de óleo vem sendo monitorada por satélite, mas continua avançando.

Já chegou em Abrolhos e em breve chegará a região sudeste, nas praias do Espírito-Santo e do Rio de Janeiro.


Há fortes indícios de que a empresa Delta Tankers, o comandante do navio e a sua tripulação, deixaram de comunicar às autoridades competentes sobre o vazamento no Atlântico.


A Grécia é líder global em transporte de petróleo, com 24% do mercado mundial. Segundo relatório da agência das Nações Unidas.


O óleo foi categorizado como de origem venezuelana pela Petrobrás e pela Universidade Federal da Bahia e teria vazado do navio grego que fazia o transporte entre os dias 28 e 29 de julho há 700 quilômetros da costa.


A empresa gestora Delta Tankers nega estar envolvida no desastre. O comandante do navio, disse que - "chegou ao seu destino sem problemas durante a viagem e descarregou toda a sua carga sem perdas".


O fato é que isso não passa de uma hipótese.


Ou seja, até agora não fazem nada para conter o óleo, não sabem de onde vem e nem quem é o culpado.


Portanto Capixabas e Cariocas, se preparem por que em breve, nós iremos começar a limpar as nossas praias.


Isso é lamentável e revoltante demais!


Assistir a tantos desastres e crimes ambientais acontecendo em nosso país.


O fato é que hoje, o Brasil está manchado. Está manchado de óleo, manchado de lama, manchado pela de corrupção e está manchado de sangue.

Rafael Abreu faz análises de conjuntura política nacional todas as quartas no Jornal Daki.


MV1.2.jpg
MALUGA_2.jpg

© 2020 POR APOLOGIA BRASIL

  • w-facebook
  • Instagram
  • White Twitter Icon