Buscar

O bunda-mole, por Helcio Albano

Semana passada foi politicamente quente em São Gongon. Realizou-se a convenção que escolheu a executiva do PSL no município. O partido, como sabemos, é de propriedade do clã Bolsonaro, e nenhum movimento eleitoral - que no fundo é do que se trata - é feito à revelia do ‘01’.


Segue:


Mariângela Valviesse - colocada como presidente da legenda, é um nada de coisa nenhuma, e serve apenas pra botar água na fervura na disputa aberta de três grupos que realmente importam, que orbitam os nomes de Salema, Poubel e Pericar. Sua candidatura como prefeita foi um blefe e pelo que se vê, jogo combinado com forças de fora do partido.


Salema - nome forte e competitivo, mas precisa esperar a decisão do Capitão Nelson se vem ou não candidato. Os dois disputariam o mesmo eleitorado, com vantagem pro capitão.


Poubel - quer nada com São Gonçalo. O negócio dele é Maricá, e precisa do Dejorge pra conseguir as bençãos do Careca. A virulência troglodita contra Nanci e vereadores da cidade faz parte do pacto e do jeito poubeliano de fazer política.


Pericar - a eterna vítima. Foi vítima do Nanci, da dona Eliane e agora dos próprios correligionários. Ou sai do PSL e toca a vida ou vai ficar marcado como o ‘bunda-mole’ da política. Ou, ainda, pode ser que o Flávio 01 tenha planos mirabolantes para o menino do Rocha e a gente não saiba...

Arte: Helcio Albano a partir de Marco Umbelino

Plus

Como sabe o leitor, aqui é o complemento de minha Coluninha publicada no jornal impresso e, algumas observações, por conta do espaço, ficam de fora. Porém, a centralidade da análise é resguardada em peça original. Dito isso, vamos lá.


Muitos que atuam no PSL, alguns até protagonistas com mandato, agem como Orcs da saga Senhor dos Aneis. São autoritários, brucutus, incapazes de construir pontes. E o máximo que conseguem como expressão política é apostar no medo, ameaças, impropérios e até violência física. Isto é, a antipolítica. Roteiro e cenários seguidos à risca na convenção de semana passada.


Por conta disso, Pericar, que foi impedido de compor a Mesa, como desconvidado fosse de sua própria casa e festa, teve ali o afago dos seus e indignação e solidariedade de todos que na ocasião estavam por obrigação de ofício e neutralidade, sobretudo jornalistas, que forneceram a mim matéria prima para essa análise que ofereço agora a você, leitor.


Não é prudente e nem inteligente verter mais de 30 mil votos em humilhação pública.


Pericar, com todas as suas idiossincrasias, tem grande identificação com a gonçalidade, embora intoxicada de gonçalismos...


Bônus

Soube através de confidentes que compunham mesa animada no Rodo Bier, que o ex-vereador e ex-secretário de Desenvolvimento Social, Marlos Costa, voltou às boas com o deputado federal e presidente de seu partido, o PSB, Alessandro Molon.


Bônus Track

Peguei o traço do Umbelino, que tinha usado em outro tema, e o fiz 'andar' no palco desse teatro dos horrores. Agradeço ao Umbelino que me cedeu o seu trabalho de forma tão gentil para, a partir de uma outra interpretação, discorrer sobre o mesmo assunto. O desenho original do Umbelino você pode ver AQUI.

Helcio Albano é jornalista editor do Jornal Daki.


MV1.2.jpg
MALUGA_2.jpg

© 2020 POR APOLOGIA BRASIL

  • w-facebook
  • Instagram
  • White Twitter Icon