Buscar

O senhor da guerra, por Rafael Abreu


Milhões de iranianos acompanharam o cortejo do corpo do general Qassem Soleimani/Foto: Divulgação

O Imperialismo mostra sua face terrorista e ameaça a segurança do planeta, para impor os seus interesses e a sua agenda econômica.


Há menos de dois meses da descoberta de um imenso campo de petróleo em solo Iraniano, o Irã sofre um atentado terrorista por parte dos EUA.


O grave ataque norte americano que matou o general iraniano Qassem Soleimani, levou o Irã a prometer vingança e gerou especulação sobre uma Terceira Guerra Mundial.


O ato irresponsável do presidente dos EUA Donald Trump, gerou uma sensação de instabilidade por todo o planeta. 

O preço do barril de petróleo disparou e o temor por uma nova guerra também.

Pela primeira vez na sua história, o Irã hasteia a sua bandeira vermelha de “batalha total” em sua maior mesquita.


As bandeiras vermelhas, na tradição xiita, simbolizam o sangue derramado injustamente e servem como um chamado para vingar uma pessoa que é morta. 


No funeral do General Soleimani, uma multidão acompanhou o cortejo e os pedidos eram de vingança.


Antes mesmo de enterrar o seu General, o Irã lançou pelo menos 20 mísseis em direção as bases militares norte americanas situadas no Iraque.


O ataque foi uma retaliação a morte do General, o Irã pede que os EUA retirem suas tropas do Iraque e que não revide os ataques, caso contrário, sofrerão ataques em seu próprio país.


O Irã declarou publicamente que não vai mais respeitar os acordos para o enriquecimento de urânio.

Em meio essa grave crise internacional, o presidente Donald Trump tenta inventar um terrorismo no Irã, assim como fizeram no Iraque, para justificar e legitimar  a sua intervenção militar no país que é o quarto maior produtor de petróleo do mundo.


Após o pronunciamento do presidente Trump, o presidente do Brasil Jair Bolsonaro fez uma live nas suas redes sociais, para oferecer apoio aos norte americano.


Ele quer enviar os nossos jovens, para morrer em uma guerra que não nos pertence.

Bolsonaro mais uma vez resolveu atacar o ex-presidente Lula, por ele ter apoiado o enriquecimento de urânio para fins pacíficos. 


A pergunta que não quer calar é:



Até quando Bolsonaro vai utilizar essa bengala, de que toda culpa é do Lula ou do PT?


Quando ele vai começar a governar de verdade para todos os brasileiros?


A verdade é que eles nunca vão parar com isso, por que o desgoverno dele precisa da polarização, precisa do "FlaxFlu" para se manter no poder.


A nova asneira lançada por eles agora é que a esquerda defende "terrorista". Foi assim, dizendo que a esquerda defendia bandido, que Bolsonaro conseguiu se eleger. 


E agora, para legitimar essa guerra insana e para garantir a bajulação a Donald Trump, Bolsonaro pode enviar jovens brasileiros para essa guerra que não nos pertence e interessa. O mundo todo já sabe quem são os verdadeiros terroristas e predadores do planeta. 


Eu sou Rafael Abreu, colunista do Daki.

Rafael Abreu faz análises de conjuntura politica nacional às quartas no Jornal Daki.



MV1.2.jpg
MALUGA_2.jpg

© 2020 POR APOLOGIA BRASIL

  • w-facebook
  • Instagram
  • White Twitter Icon