Buscar

Pela unidade, Prof. Josemar abre mão de candidatura à Prefeitura de São Gonçalo

Velho conhecido dos gonçalenses, psolista declara apoio a Isaac Ricalde (PCdoB) à Prefeitura e se coloca como pré-candidato a vereador


Por Cláudio Figueiras

Prof. Josemar foi candidato a prefeitura por três vezes/Foto: Facebook

O professor Josemar Carvalho, do Partido Socialismo e Liberdade (Psol), figura política bastante conhecida dos gonçalenses, anunciou, nesta sexta (31/7) a retirada de sua pré-candidatura à Prefeitura de São Gonçalo nas eleições deste ano.


Em uma longa carta intitulada “Colocando os pingos nos is”, direcionada à direção e à militância do Psol, Josemar narra sua trajetória política desde quando estudante, analisa a conjuntura nacional e local, reforça o bolsonarismo como maior adversário a ser derrotado no Brasil e na cidade e torna público o apoio a Isaac Ricalde (PCdoB) à Prefeitura, "como parte da construção da sonhada unidade da esquerda".


O partido deve indicar à composição partidária para as eleições de novembro a também professora Ana Cardinal como vice na chapa PCdoB-Psol, que ainda pode incluir o PCB e o debutante em eleições, o recém criado Unidade Popular (UP). As conversas estão bastante avançadas.


Na mesma carta, Josemar apresenta-se ao partido como pré-candidato a Vereador "para ajudar a construir a Frente" de esquerda, confirmando o que já circulava nos bastidores políticos da cidade desde maio, quando a aliança entre os dois partidos foi selada.

- Hoje a Câmara de Vereadores é um espaço “oco” com pouco debate qualificado. É um parlamento submisso ao Executivo e que se vende por migalhas. Ter uma bancada será um suporte para os movimentos sociais em suas lutas. Será importante para levantar a bandeira do pensamento crítico, em tempos nebulosos de obscurantismo como os que estamos vivendo. É preciso nos fortalecer - acredita Josemar.

Josemar Pinheiro De Carvalho, conhecido na cidade como Prof. Josemar, tem 44 anos, é professor universitário e da rede estadual de ensino, ajudou a fundar o Psol em São Gonçalo em 2004, junto ao grupo dissidente que deixara o PT naquele ano. Já disputou a Prefeitura em 2008, 2012 e 2016.


Em 2014 se candidatou a uma vaga na Alerj e bateu na trave, ficando com a primeira suplência do partido. Na última eleição que concorreu, também à Alerj em 2018, obteve mais de 19 mil votos, sendo o candidato mais votado da esquerda na cidade.


Com Josemar candidato, o mundo político gonçalense acredita que são imensas as chances do Psol eleger pela primeira vez um parlamentar do partido à Câmara de Vereadores.


MV1.2.jpg
MALUGA_2.jpg

© 2020 POR APOLOGIA BRASIL

  • w-facebook
  • Instagram
  • White Twitter Icon