Buscar

Roberto Sales será entrevistado hoje (14) por sindicato de servidores de São Gonçalo

Ex-deputado federal e pré-candidato à Prefeitura de São Gonçalo dará entrevista ao Sindspef às 19 horas e ao vivo no Facebook, Instagram e YouTube


Por Cláudio Figueiras

Roberto Sales/Foto: Divulgação

O ex-deputado federal e ex-secretário de Pesca do governo Neilton Mulim, Roberto Sales (PSD), pré-candidato à Prefeitura de São Gonçalo, concede entrevista nesta terça (14) ao Sindicato dos Servidores Públicos de São Gonçalo (Sindspef).


A entrevista será transmitida ao vivo no Facebook, Instagram e YouTube do sindicato a partir das 19 horas e faz parte da série de encontros virtuais promovidos pela entidade com os pré-candidatos ao executivo municipal.


Na terça passada Marlos Costa (PDT) iniciou as entrevistas, com previsão de término no dia 15 de setembro, com Gilson do Cefen (PROS). Ou com o prefeito José Luiz Nanci (Cidadania) no dia 22/9, caso aceite o convite do Sindspef.


Roberto Sales, que é administrador de empresas, teve forte ligação política com a Igreja Universal, sendo eleito deputado federal pelo braço partidário do bispo Edir Macedo (PRB) em 2014 com 124 mil votos. O mais votado da legenda.


No primeiro ano de governo do então prefeito Neilton Mulim, em 2013, foi nomeado secretário quando o PRB (hoje Republicanos) controlava o Ministério da Pesca e Aquicultura com o bispo e atual prefeito do Rio Marcelo Crivella, de 2012 até 2014.

Após atuação discreta na Secretaria e na Câmara dos Deputados, onde ficou marcado por votar pelo impeachment de Dilma Roussef, barrar a investigação contra Michel Temer e por ter votado a favor da PEC do Teto dos Gastos Públicos, também conhecida como PEC da Morte, sai do PRB e se filia ao DEM em 2018, quando concorre à frustrada reeleição, obtendo apenas 14 mil votos.


Em março deste ano, Sales se filia ao PSD, partido criado pelo ex-ministro dos governos Dilma e Temer, Gilberto Kassab (SP), que pertence ao bloco chamado de “Centrão” no Congresso Nacional tendo como maiores expoentes no Rio o senador Arolde de Oliveira e os deputados federais Hugo Leal e Flordelis.


A pré-candidatura de Sales atraiu a ala bolsonarista da política e a extrema-direita no mesmo pacote, como influenciadores digitais ligados à Polícia e os deputados estaduais Filippe Poubel (PSL) e Coronel Salema, que também se filiou ao PSD em maio.


Poubel, que construiu sua carreira política em Maricá, numa ação de fiscalização truculenta e arbitrária no final de maio, invadiu o hospital de campanha que estava sendo construído no Clube Mauá para vítimas de Covi-19, acompanhado de policiais e seguranças armados com transmissão ao vivo pela internet.


A unidade, que seria inaugurada naquela semana, teve que ser desinfectada após a invasão.


MV1.2.jpg
MALUGA_2.jpg

© 2020 POR APOLOGIA BRASIL

  • w-facebook
  • Instagram
  • White Twitter Icon