Buscar

São Gonçalo antecipa vacinação contra a gripe

A vacina possui os componentes que protegem contra os vírus Influenza A (H1N1), Influenza A (H3N2) e Influenza B

Com o objetivo de proteger os grupos de risco e impedir o agravamento da Influenza, a Secretaria Municipal de Saúde de São Gonçalo irá antecipar a campanha de vacinação contra a gripe. Este ano a campanha nacional, que está completando 22 anos, ocorrerá mais cedo, entre os dias 23 de março e 22 de maio.


São Gonçalo vai disponibilizar o total de 71 salas de vacinação espalhadas em todo município. O dia D de vacinação também já foi escolhido e está agendado para 9 de maio.


A influenza é uma infecção viral aguda que afeta o sistema respiratório. Sua transmissão e distribuição global são fáceis, além de ser um dos problemas de saúde pública no país. A doença pode ser causada pelo vírus Influenza A, B e C e a principal forma de prevenção é a vacinação. A vacina possui os componentes que protegem contra os vírus Influenza A (H1N1), Influenza A (H3N2) e Influenza B.


A campanha deste ano estima vacinar 90% do público alvo, incluindo: crianças de 6 meses a 5 anos, idosos, gestantes em qualquer período gestacional, puérperas (até o 45º dia do puerpério), profissionais da saúde, professores da rede pública e privada, pessoas de 55 a 59 anos, policiais, guardas municipais, bombeiros, profissionais das forças armadas (Marinha, Exército e Aeronáutica), pessoas portadoras de doenças crônicas, adolescentes de 12 a 21 anos cumprindo medidas socioeducativas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional.

Governo dividiu grupo de campanha em fases

O Ministério da Saúde estipulou um calendário para atender os grupos prioritários para evitar aglomeração de pessoas por conta do Coronavírus. Por isso, é muito importante que o paciente esteja atento ao seu período de vacinação e dirija-se ao ponto mais próximo de sua residência.


A partir do dia 23 de março, próxima segunda-feira, é a vez do primeiro grupo alvo. Nesta fase serão vacinados idosos acima de 60 anos e profissionais da saúde. O segundo grupo que começa a ser vacinado a partir de 16 de abril, conta com professores, profissionais das forças de segurança e salvamento e pessoas com doenças crônicas. Já o terceiro grupo, que inclui crianças (06 meses a 5 anos), gestantes, puérperas, pessoas dos 55 aos 59 anos, população carcerária e funcionários do sistema prisional, começa a ser vacinado a partir de 9 de maio.


A respeito dos doentes crônicos o governo divulgou uma lista com as doenças que devem receber a dose da vacina. Serão aceitos portadores de doença respiratória crônica, doença cardíaca crônica, diabetes, Imunossupressão, doença renal crônica, doença hepática crônica, obesos, doença neurológica crônica, transplantados e portadores de trissomias (Síndrome de Down e Síndrome de Edward), por exemplo. É importante reforçar a informação que será preciso apresentar um atestado médico informando que o paciente é portador de uma destas doenças.


A vacina da gripe é contraindicada para crianças menores de seis meses.


Prefeitura disponibiliza 71 pontos de vacinação

Com o isolamento social estipulado pela pandemia do Coronavírus, a Prefeitura de São Gonçalo irá disponibilizar 71 pontos de vacinação. A medida é para que o público alvo da campanha não precise fazer grandes deslocamentos para receber a dose da vacina da gripe.

Os cinco Polos Sanitários da cidade, o Posto de Atendimento Médico (PAM), a Clínica Municipal e as Unidades de Saúde da Família (USF) serão atendidos com a campanha para que os pacientes possam estar menos suscetíveis a outros tipos de contaminação.


Veja abaixo a lista dos pontos de vacinação

Polo Sanitário Washington Luiz Lopes – Zé Garoto; USF Getúlio Vargas – Brasilândia; USF Juvenil Francisco Ribeiro – Engenho Pequeno; USF Armando Leão Ferreira – Morro do Castro; USF Madre Tereza de Calcutá – Estrela do Norte; UBS Haroldo Pereira Nunes – Porto Novo; USF Bocayuva Cunha – Gradim; UBS Robert Koch – Porto da Madama; USF Wally Figueira da Silva – Rocha; USF Barbosa Lima Sobrinho – Porto da Pedra; USF Bento da Cruz – Porto Novo; USF Ana Nery – Gradim; Clínica Municipal Gonçalense do Barro Vermelho; USF Luiz Carlos Prestes – Santa Catarina; PAM Neves.


Polo Sanitário Hélio Cruz – Alcântara; USF Irmã Dulce – Trindade; USF Tancredo Neves – Luiz Caçador; USF Bandeirantes; USF Oswaldo Cruz – Amendoeira; USF Adolfo Lutz – Pacheco; Clínica Municipal Gonçalense – Mutondo; USF Josyandra de Moura Mesquita – Colubandê; PAM Coelho; USF Waldemar Costa Nunes – Miriambi.


Polo Sanitário Paulo Marcos Rangel – Porto do Rosa; USF Alberto Constantino Farah – Mutuapira; USF Mahatma Gandhi – Jardim Califórnia; USF Alexander Fleming – Boaçu; USF Carlos Chagas – Fazenda dos Mineiros; USF Neuza Goulart Brizola – Palmeiras; USF Davi Capistrano Filho – Recanto das Acácias; USF Itaúna; USF Porto do Rosa; USF Albert Sabin – Itaoca; USF Jair Abrantes – Boa Vista; USF Mutuá; USF Mutuaguaçu; USF Leoncio Correa – Fazenda dos Mineiros.


Polo Sanitário Jorge Teixeira de Lima – Jardim Catarina; UBS João Goulart – Jardim Catarina; USF Jardim Catarina; USF Roberto Silveira – Bom Retiro; USF Santa Luzia; USF Largo da Ideia; Clínica da Família Marambaia; USF Floriano Barbosa – Jardim Catarina; USF Juarez Antunes – Laranjal; USF Luiz Paulo Guimarães – Laranjal; USF Aníbal Porto – Monjolos; USF Ary Teixeira – Bom Retiro; USF Louis Pasteur – Guaxindiba; USF Geremias Mattos Fontes – Bom Retiro; USF Elza Maria Borges – Santa Luzia; USF Agenor José da Silva – Jardim Catarina.


Polo Sanitário Rio do Ouro; UBS Santa Izabel; UBS Doutel de Andrade – Maria Paula; UBS Hiparco Ferreira – Engenho do Roçado; USF Manoel de Abreu – Eliane Clinica Municipal Gonçalense Euryclides de Jesus Zerbini– Arsenal; USF Luiza de Marilac – Novo México; USF Marechal Cândido Rondon – Colubandê; USF Emílio Ribas – Barracão; USF Almerinda; USF José Avelino de Souza – Tribobó; USF Vila Candoza; USF Flávio Henrique Brito – Jóquei; USF José Jorge Cortes Freitas – Itaitindiba; USF Marileia Cardoso – Jóquei; USF Quinta Dom Ricardo – Santa Izabel.


A vacina influenza pode ser administrada na mesma ocasião de outras vacinas ou medicamentos e sua resposta acontece após uma ou duas semanas da vacinação. O paciente vacinado fica protegido no período de 06 meses a 1 ano. Caso o paciente tenha alguma dúvida pode procurar o serviço de saúde mais próximo de sua casa.


MV1.2.jpg
MALUGA_2.jpg

© 2020 POR APOLOGIA BRASIL

  • w-facebook
  • Instagram
  • White Twitter Icon