São Gonçalo incentiva feira de agricultura familiar

A feira de agricultura familiar possui variedades de produtos livres de agrotóxicos


Feira do empreendedor - Salvatori - Foto: Divulgação
Feira do empreendedor - Salvatori - Foto: Divulgação

Com uma rica variedade e um grande potencial, a Feira de Agricultura Familiar de São Gonçalo, no Centro, vem ajudando os expositores e já caiu no gosto dos gonçalenses que passam pelo local com variedades de produtos e todos livres de agrotóxicos, como frutas, verduras, legumes e hortaliças. A iniciativa que conta hoje com 10 barracas é realizada com apoio da Prefeitura, através da Secretaria de Agricultura, Pecuária, Pesca e Assuntos Portuários.


"A Feira da Agricultura Familiar de São Gonçalo dá ao gonçalense a oportunidade de comprar produtos livres de agrotóxicos, como frutas, verduras, legumes e hortaliças, plantados em nosso Município, gerando assim mais renda para os nossos agricultores. A Feira incentiva que os agricultores diversifiquem as culturas em suas propriedades e produzam alimentos saudáveis, também garante a segurança alimentar nutricional tanto de quem consome quanto de quem produz", comentou o secretário de Agricultura, Pecuária, Pesca e Assuntos Portuários, Roberto Sales.


Apesar da pandemia, os feirantes afirmam que as vendas estão boas e esperam dias ainda melhores para esse setor que só tende a crescer na cidade, que já estuda a ampliação da feira, bem como contemplar outros bairros com esses produtos.


"Estou muito feliz com esse espaço, agora também fazemos vendas por grupo em um aplicativo e, apesar da pandemia, a feira está com uma boa movimentação, já que os clientes fiéis estão sempre aparecendo", a feirante Sheila Cristina.

“Para mim é um prazer trazer alimento saudável para a população. Temos na feira mercadoria não só nossa, mas também de outros pequenos produtores que não tem como escoar a produção, por falta de transporte", comentou a feirante Maria Inês dos Santos.


Se os clientes fiéis são uma marca dessa feira localizada no coração da cidade, os novos consumidores não param de chegar.


"É muito importante incentivar esses produtores. Sou de Natal, e la é muito comum esse tipo de feira. Gostei muito do preço, comprei acerola e vou passar a frequentar a feira", comentou a moradora do Centro, Fernanda Guimarães, de 28 anos.


Serviço

Local: Rua Salvatori, Centro

Data: terça e sexta-feira

Horário: 8h às 14h


MALUGA_2.jpg
QV1.jpg
Banner_300x250_Homem.gif