Buscar

São Gonçalo tem nova opção de lazer e ecoturismo a partir deste domingo, 4

Espaço também contará com Área de Soltura de Animais Selvagens em convênio com a UFF

No entorno dos equipamentos, os amantes da arte poderão observar a mais nova obra do renomado designer, ilustrador e grafiteiro, Marcelo Eco/Foto: Divulgação

Um novo espaço de lazer e contemplação do meio ambiente passa a fazer parte da agenda turística de São Gonçalo a partir deste domingo (4). Será aberto ao público, às 10h, o Centro de Convivência Socioambiental da Mata Atlântica, localizado na nova Área de Proteção Ambiental (APA) Estâncias de Pendotiba, em Maria Paula. Também será realizado o lançamento da segunda etapa de construção da Área de Soltura de Animais Selvagens (ASAS).


No entorno dos equipamentos, os amantes da arte poderão observar a mais nova obra do renomado designer, ilustrador e grafiteiro, Marcelo Eco.


A Unidade de Conservação Municipal de Maria Paula foi criada pela Prefeitura em 2018 e possui área total de 93,1 hectares, com vegetação característica da Mata Atlântica. Os equipamentos construídos dentro da APA são oriundos de um Termo de Compromisso de Compensação Ambiental (TCCA) celebrado com uma empresa de engenharia, através de aplicação da Lei n° 713/2017.


- Temos avançado muito nas políticas públicas de proteção ambiental. Com a criação de novas APAs, investimos na minimização dos impactos das crescentes emergências climáticas que assolam o planeta, garantindo melhor qualidade de vida e bem-estar à população - explica o secretário municipal de Meio Ambiente, Thiago Pereira.

O subsecretário municipal de Meio Ambiente e biólogo, Glaucio Brandão, explica que a Área de Soltura de Animais Selvagens nasce para dar conta das lacunas históricas de apreensão, aclimatação e soltura de pequenos animais selvagens na cidade.

- A Universidade Federal Fluminense (UFF) assumirá, através de convênio, a coordenação técnica e operacional da ASAS, além de desenvolver pesquisas de extensão no que se refere aos aspectos relacionados ao ecossistema de Mata Atlântica da região - conta.

Além dos novos equipamentos voltados ao meio ambiente, os visitantes poderão acompanhar o primeiro trabalho de Marcelo Eco em um espaço público da cidade. O artista trouxe sua obra "Eco X Ego", que representa a ressignificação das relações humanas com o ecossistema a sua volta, através do respeito à coexistência. Eco é pioneiro dentro da arte urbana carioca e tem no currículo exposições em diversos países, como França, Espanha, Itália, Argentina, dentre outros.

A APA Estâncias de Pendotiba pode ser acessada ao final da Rua Rigel Pacca Corrêa, em Maria Paula. O local funciona de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h. 

Crescimento na gestão de áreas verdes

A APA de Maria Paula é uma das três novas Unidades de Conservação da Natureza (além da Área de Proteção Ambiental de Itaoca e da Área de Proteção Ambiental do Alto do Gaia) criadas nesta gestão, o que equivale a uma área total de 37,24 km², saindo de um patamar de apenas 10,13 km² de áreas protegidas até então. Fato histórico, já que, desde o ano de 2001 (com a criação do Parque Natural Municipal de São Gonçalo), e desde a criação da APA do Engenho Pequeno em 1991, nenhuma outra Unidade de Conservação da Natureza havia sido criada na cidade. São Gonçalo saiu do percentual de 4% de áreas de Unidade de Conservação, no ano de 2016, para o patamar de 19% de áreas abrangidas por Unidades de Conservação da Natureza no território municipal em 2020.


MV1.2.jpg
MALUGA_2.jpg

© 2020 POR APOLOGIA BRASIL

  • w-facebook
  • Instagram
  • White Twitter Icon