Buscar

“São Gonçalo” – Texto de um aluno da rede municipal, por Mário Lima Jr.



Município onde todos se conhecem, muitas amizades e paz. Às vezes tem alguns confrontos e protestos, mas São Gonçalo continua a mesma de quando eu era pequeno (aliás, eu sou pequeno, né?!). Nós costumávamos jogar bola. O troféu era refri! Nós xingávamos quando os carros passavam, o gol era marcado com chinelo, nosso campo era a rua e as brigas, mas que, no final, voltavam a serem amigos. Esse era tempo bom! Então, São Gonçalo não é tão ruim assim. Tirando as brigas e os confrontos, não é tão ruim. São Gonçalo é terra boa e eu tenho orgulho da minha infância ter sido aqui…

Gradim, o bairro que eu nasci e cresci. Muito bom! Aprendi muita coisa aqui… Aqui eu cai, levantei, chorei, sorri e ainda estou de pé, porque o bairro do Gradim é o bairro onde nasci. Aqui vi muitas coisas estranhas, normais, simpáticas, abusadas… e, mesmo assim, ainda amo e conheço aqui como a palma da minha mão.


Obrigado, Gradim por me fazer rir e chorar! Obrigado por tudo São Gonçalo!



***

Nota do autor: Esse texto é de um aluno do 5º ano da rede municipal de ensino de São Gonçalo, estudante do CIEP Municipalizado Rosendo Rica Marcos, fruto do projeto criado pela professora Marilyn Pires, vencedor da maior comenda de Educação da Alerj, o Prêmio Paulo Freire.


Desejo que em 2020 todos os gonçalenses sintam a mesma esperança que esse aluno é capaz de sentir.



Mário Lima Jr. é escritor.



MV1.2.jpg
MALUGA_2.jpg

© 2020 POR APOLOGIA BRASIL

  • w-facebook
  • Instagram
  • White Twitter Icon