São Gonçalo vai adotar educação socioambiental nas escolas

Secretaria de Meio Ambiente cria comissão para elaborar ações em escolas e órgãos públicos

Entrada da APA de Pendotiba/Foto: Divulgação
Entrada da APA de Pendotiba/Foto: Divulgação

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente criou, nesta semana, a Comissão de Elaboração, Execução e Monitoramento do Programa Municipal de Educação Ambiental (Promea). A comissão é responsável pelas ações do Programa Municipal de Educação Ambiental , que integra a Política Nacional de Educação Ambiental. O Promea é uma importante ferramenta de educação ambiental em toda a rede municipal de ensino, mostrando a importância da preservação ambiental na construção de um mundo mais sustentável para as gerações futuras. O programa atua sob a coordenação da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação, fazendo com que a educação ambiental esteja presente em todos os níveis e modalidades do processo educativo, em caráter escolar (formal) e não escolar (informal). Também serão realizadas capacitações para servidores da prefeitura.

Como primeira ação, o Promea vai realizar um curso de capacitação nas modalidades online e também presencial para os agentes do Grupamento de Proteção ao Meio Ambiente (GPAM), da Guarda Municipal, que será lançado durante a Semana em que se comemora o Dia Mundial do Meio Ambiente, no dia 5 de junho. Esses cursos serão realizados online e presencialmente na Sala Verde, em Neves, no Centro de Convivência da Mata Atlântica (APA de Maria Paula), no Centro de Referência da APA do Engenho Pequeno e nas redes públicas de ensino do município. No entanto, essas atividades presenciais ainda não têm previsão para serem realizadas e só irão ocorrer mediante autorização do poder público municipal, devido às ações de enfrentamento à pandemia do novo coronavírus. Outra iniciativa futura do Promea será a adoção do Projeto A3P (Agenda Ambiental na Administração Pública) na nova sede da Secretaria Municipal de Meio Ambiente. O objetivo do A3P é sensibilizar os gestores públicos para as questões ambientais, incorporando princípios e critérios de gestão ambiental na rotina da administração pública, como por exemplo, a economia de recursos naturais, uso racional dos bens públicos e gestão adequada dos resíduos. O Programa de Educação Ambiental foi criado para atender as prerrogativas do ICMS Ecológico, que além da busca pelo desenvolvimento sustentável na cidade, resulta no aumento de repasses para serem investidos na área ambiental, à medida que o município avança nas questões de implementação de políticas públicas de meio ambiente.

MALUGA_2.jpg
QV1.jpg
Banner_300x250_Homem.gif