Buscar

Saúde de Niterói disponibiliza autoteste gratuito para HIV


Exame pode ser feito em casa e quem apresenta resultado positivo pode fazer novo exame na rede municipal de saúde e receber acompanhamento e tratamento adequado

Foto: Divulgação

A Prefeitura de Niterói está disponibilizando mais uma opção para ampliar e facilitar o diagnóstico de HIV: o autoteste. O exame, que pode ser feito em casa, é uma iniciativa do Ministério da Saúde e permite o acesso ao diagnóstico precoce da doença, principalmente para aqueles que precisam ser testados com maior frequência por conta da exposição contínua ao risco de contaminação.


O programa foi implantado pela Fundação Municipal de Saúde no Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA), localizado na Policlínica Regional Sérgio Arouca, no Vital Brazil, e funciona às segundas, quartas, quintas e sextas, das 8h às 16h30. Essa nova modalidade não substitui a testagem rápida que já é oferecida na rede de saúde da cidade para toda a população.


O autoteste é um processo simples no qual uma pessoa coleta sua própria amostra (fluido oral ou sangue) e, em seguida, realiza um teste e interpreta o resultado, sozinho ou com alguém em quem confia. Todos os indivíduos com um resultado positivo no autoteste devem procurar um serviço de saúde para realizar testes adicionais de confirmação diagnóstica e acompanhamento.


A coordenadora do Programa de IST-AIDS da Fundação Municipal de Saúde do município, Márcia Santana, destaca que a medida foi colocada em prática com maior agilidade devido à pandemia da Covid-19.


“A distribuição dos autotestes de HIV durante a emergência de saúde pública, causada pela atual pandemia, objetiva manter a oferta de testagem para as pessoas que estão historicamente em situação de maior vulnerabilidade para a infecção do HIV”, explica Márcia, reforçando que o autoteste não deve ser distribuído em substituição aos testes rápidos para todas as pessoas que buscam os serviços, mas com foco nas populações-chave e prioritárias para o HIV.


Atendimento HIV/Aids em Niterói

O Hospital Municipal Carlos Tortelly, no Centro, é a unidade referência para internação. O local possui uma enfermaria exclusiva com médico infectologista de plantão 24 horas e oferece atendimento ambulatorial para adultos, crianças, adolescentes. Além de psicólogo, que tem em todos os serviços, o hospital conta com especialidades como assistente social, dentista, fisioterapeuta, dermatologista, proctologista, ginecologista.


Para atendimento ambulatorial de adultos os pacientes contam a Policlínica Regional Sérgio Arouca, Policlínica Regional do Barreto, Policlínica Regional Carlos Antônio da Silva e Policlínica Regional do Largo da Batalha. Gestantes HIV positivo têm atendimento na Policlínica de Especialidades da Saúde da Mulher Malu Sampaio.


Também há o serviço em parceria com a Fundação Municipal de Saúde de Niterói no Hospital Universitário Antônio Pedro para crianças, adolescentes, adultos, gestante e no Hospital Estadual Azevedo Lima para adultos e gestantes.


Além dos cuidados clínicos, o município oferece em sua rede ações de prevenção e promoção da saúde, como a aquisição e distribuição de insumos de prevenção (preservativos masculinos e femininos, gel lubrificante etc.), medicamentos e material educativo. Também são realizadas campanhas para promover a solidariedade, não preconceito e não discriminação em relação às pessoas portadoras de HIV/Aids.


MV1.2.jpg
MALUGA_2.jpg

© 2020 POR APOLOGIA BRASIL

  • w-facebook
  • Instagram
  • White Twitter Icon