Buscar

Saúde imuniza mais de 90 mil idosos em uma semana

A meta é vacinar 164 mil idosos até o fim da campanha

A aposentada Maria Magnólia Macedo foi vacinada em casa/Foto: Divulgação

A campanha de vacinação contra a Influenza continua atingindo os objetivos propostos em São Gonçalo. Nesta sexta-feira (27), o município recebeu o 3° lote da vacina com mais 27 mil doses. Ao todo, o município já recebeu 97 mil doses da vacina e em uma semana, mais de 90 mil idosos e profissionais da saúde foram imunizados. A meta, é vacinar 164 mil idosos até o fim da campanha. -Foi a maneira que encontramos de preveni-los para que permaneçam no isolamento social sem colocar a saúde em risco. Neste momento de pandemia eles devem permanecer em suas residências, por isso realizaremos esta busca ativa - explica o Prefeito José Luiz Nanci. Os profissionais de saúde estão se dividindo em equipes e imunizando idosos em residências e asilos em toda cidade. Os bairros Santa Catarina, Rio do Ouro, Maria Paula, Barracão e Mutondo são alguns deles. Nesta sexta-feira (27), uma equipe esteve no Residencial Venda da Cruz (Antigo 3°B.I), para vacinar os idosos. Com 77 anos de idade, a aposentada Maria Magnólia Macedo, foi uma delas.


- Eu tenho dificuldade de locomoção, uso muletas, e minha filha trabalha, então não conseguiria sair durante o dia para me vacinar. Acabei de enviar uma mensagem pra ela avisando que a equipe está aqui me imunizando, isso nos conforta - explica. Diversas medidas protetivas foram realizadas para conter o avanço do Coronavírus. Além da vacinação domiciliar, as 71 unidades de saúde que estão realizando a vacinação, realizam o atendimento em tendas ao ar livre, para impedir a aglomeração de pessoas em locais fechados, além de orientar aos idosos a manterem distanciamento na fila de um metro e meio entre as pessoas. Unidades como o Polo Sanitário Washington Luiz e a Clínica Gonçalense do Barro vermelho, estão realizando também o drive thru, com vacinação nos veículos. Nesta primeira fase, a meta é imunizar os idosos. Esta medida cautelar usada pela prefeitura, tem como meta impedir a exposição dos grupos mais vulneráveis ao Coronavírus. - Convocamos toda nossa linha de frente que atua na atenção primária à saúde para juntos traçarmos essas estratégias de estar levando toda equipe de atenção primária, técnicos de enfermagem, agentes comunitários, enfermeiros, para irem aos domicílios dos idosos realizar as vacinas dos idosos. É uma maneira de diminuir aglomerações em postos de saúde e clínicas e proteger o idoso dentro do próprio domicílio - afirma a subsecretária de Atenção Básica, Maria Auxiliadora Rodrigues.

Governo dividiu grupo de campanha em fases São Gonçalo espera vacinar até 90% de todo público-alvo da campanha. Para isso está seguindo o calendário estipulado pelo Ministério da Saúde que determinou que, o primeiro grupo são os idosos acima de 60 anos e profissionais da saúde. O segundo grupo que começa a ser vacinado a partir de 16 de abril, conta com professores, profissionais das forças de segurança e salvamento e pessoas com doenças crônicas. Já o terceiro grupo, que inclui crianças (6 meses a 5 anos), gestantes, puérperas, pessoas dos 55 aos 59 anos, população carcerária e funcionários do sistema prisional, começa a ser vacinado a partir de 9 de maio. A respeito dos doentes crônicos o governo divulgou uma lista com as doenças que devem receber a dose da vacina. Serão aceitos portadores de doença respiratória crônica, doença cardíaca crônica, diabetes, Imunossupressão, doença renal crônica, doença hepática crônica, obesos, doença neurológica crônica, transplantados e portadores de trissomias (Síndrome de Down e Síndrome de Edward), por exemplo. É importante reforçar a informação que será preciso apresentar um atestado médico informando que o paciente é portador de uma destas doenças. A vacina da gripe é contraindicada para crianças menores de seis meses.

MV1.2.jpg
MALUGA_2.jpg

© 2020 POR APOLOGIA BRASIL

  • w-facebook
  • Instagram
  • White Twitter Icon