Buscar

UPA de Nova Cidade completa três anos com mais de 300 mil atendimentos

Em agosto, o equipamento ganhou um consultório odontológico de urgência e emergência que funciona 24 horas

Com mais de 245 mil procedimentos realizados e cerca de 10 mil pessoas sendo acolhidas mensalmente, a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Nova Cidade completou três anos nesta quinta-feira (26). A unidade tem, em sua rede médica e administrativa, mais de 160 colaboradores e é referência no atendimento de qualidade e humanizado, alcançando até 98% de aprovação entre os usuários. 


- Eu agradeço a cada um da equipe por todo empenho e trabalho árduo. Assim como ao secretário de Saúde, Jefferson Antunes, e seu comprometimento. Sou médico e político, e posso afirmar que uma boa gestão é mais importante do que qualquer coisa. Temos que valorizar as pessoas que utilizam o serviço, os profissionais que aqui atuam e cada um que faz a política pública acontecer - afirmou o prefeito José Luiz Nanci. 


A unidade atende um público diverso, em sua maioria dos bairros Trindade, Itaúna, Luiz Caçador, Salgueiro, Antonina, Porto do Rosa e região. Em agosto, o equipamento ganhou um consultório odontológico de urgência e emergência que funciona 24 horas, com capacidade para atender 100 pacientes ao dia. O serviço atende pacientes de todas as idades que possuam qualquer tipo de dor relacionada à região bucal, como dor de dente, disfunção na articulação da mandíbula, abscessos, além de sutura de face ou boca.

- Desde o primeiro dia a UPA mostra um trabalho de excelência. É uma das unidades de urgência e emergência mais elogiadas no município. Só tenho a agradecer a todos, desde os copeiros até os gestores. Todos são responsáveis pelo sucesso desses três anos - afirmou o secretário de Saúde, Jefferson Antunes. 


Bem equipada, a UPA realiza o primeiro atendimento, com estabilização e observação do paciente por período de até 24 horas, de acordo com a classificação de risco. Após este tempo, havendo necessidade, ele é removido para o tratamento definitivo em uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu – 192), para um hospital. A unidade conta com consultórios de pediatria e clínica médica, além de laboratório para a realização de exames e sala de raio-x, eletrocardiograma, engessamento, sutura, medicação e nebulização, além de leitos de observação para adultos e crianças e outra sala com leitos para receber pacientes em estado grave. Enfermeiros atuam com a “classificação de risco”, que determina a urgência de cada paciente.  


- É difícil manter uma boa média de satisfação elevada em uma unidade emergencial portas abertas, é um grande desafio que reflete o direcionamento da unidade e seus colaboradores para a busca constante da melhora contínua e atendimento humanizado - explica o diretor geral da unidade, Diego Pereira lima.  


Para a gerente administrativa Roberta Azeredo, para além do investimento em modernização e melhorias no espaço, o que garante a efetivação do serviço público de qualidade na unidade é o comprometimento e dedicação de cada profissional da ponta. 


- Converso com todos os pacientes, conheço e chamo cada um pelo nome. As histórias, as famílias, e é assim com toda a equipe. Já atendemos aqui pacientes inclusive que possuem plano de saúde, mas preferem vir aqui para receber atendimento. Quando o comprometimento do trabalho é em humanizar e valorizar as relações, o sucesso é só uma consequência de um empenho coletivo - destacou. 


Este mês, a Upa foi qualificada pelo Ministério da Saúde para receber recursos federais para custeio de atendimento de Atenção de Média e Alta Complexidade Ambulatorial e Hospitalar. 


MV1.2.jpg
MALUGA_2.jpg

© 2020 POR APOLOGIA BRASIL

  • w-facebook
  • Instagram
  • White Twitter Icon