top of page

Prefeita de São João da Barra é contra vacinação de crianças: 'Não vacinaria'

Ela também afirma que não se vacinou


Por Cláudio Figueiras

Carla Machado/Foto: Reprodução
Carla Machado/Foto: Reprodução

A prefeita de São João da Barra, Carla Maria Machado dos Santos (PP), afirmou nesta quarta-feira (19) que, se tivesse filhos, não os levaria para tomar vacina contra a Covid-19.


A declaração no mínimo infeliz da prefeita contraria evidências científicas e recomendação de entidades médicas como a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), a Sbim (Sociedade Brasileira de Imunizações), e SBI (Sociedade Brasileira de Infectologia), simplesmente as maiores autoridades do país no assunto.


Durante live de quase uma hora, a prefeita falou em efeitos colaterais dos imunizantes, lançando dúvidas sobre sua eficácia, e ainda deu dicas de prevenção e cura da doença, que incluem água morna, própolis, meditação e 20 minutos de sol pela manhã:



Estou até nessa live aqui, agora que começa a vacinação das crianças, para poder pedir às mães: olha a bula. Olha direitinho a bula. Se eu tivesse filho, não vacinaria. Tomando ou não tomando a vacina, a gente continua a transmitir e continua se contagiar com o coronavírus” disse a prefeita, que finalizou com o clássico negacionista:


Tenho minhas dúvidas (quanto à vacinação). É um direito que me assiste”, disse ela, que afirma não ter se vacinado.


Carla Machado, 55 anos, foi eleita prefeita de São João da Barra pela quarta vez em 2020 com 69,72% dos votos válidos do município com uma ampla coligação partidária que envolveu PT, SOLIDARIEDADE, PSDB, PC do B, PP, PSL, CIDADANIA, DEM, AVANTE, PL e DC.


Com informações da Folha de S. Paulo.

 

Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique AQUI e contribua.



POLÍTICA