top of page

'Problemas de saúde' seriam razão para sumiço de Bolsonaro

Agenda do presidente só registrou um compromisso oficial de 30 min desde a derrota para Lula


Por Cláudio Figueiras

Foto: AFP-Reprodução
Foto: AFP-Reprodução

Onde está Jair Messias Bolsonaro (PL)? O presidente derrotado sumiu desde a confirmação do resultado das urnas em 30/10 que deu a vitória a Luís Inácio Lula da Silva (PT) no 2º turno das eleições.


De lá para cá, o chefe do executivo teve apenas uma aparição em público no dia 1 de novembro quando se manifestou rapidamente sobre as eleições sem necessariamente reconhecer o resultado. Missão que coube ao seu ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira (PP), que anunciou o início da transição de governo.


A agenda de trabalho do presidente tem estado vazia, gerando uma série de especulações sobre seu estado de saúde e até questões familiares, envolvendo os três filhos e a primeira dama, Michele Bolsonaro.



Ao Globo, porém, pessoas próximas ao presidente atribuem o “sumiço” a problemas de saúde. No fim da semana passada, Bolsonaro, segundo os relatos, chegou a apresentar um quadro febril e demonstrou estar abatido.


A explicação dada é que sua imunidade caiu após a “rotina pesada” de viagens durante a campanha eleitoral. Questionado, o Palácio do Planalto não se manifestou.


O único compromisso oficial registrado na agenda desde a derrota foi uma reunião de meia hora na quinta (3) com um subordinado no Alvorada e um encontro casual de 10 minutos com o vice-presidente eleito, Geraldo Alckmin, no Planalto.

 

Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique AQUI e contribua.


POLÍTICA