top of page

PT vai reativar 'Comitês Populares de Luta' pra disputar sociedade e dar sustentação ao governo

Militância aposta que é preciso uma ação rápida em um contexto de "disputa de narrativas"

O presidente Lula (PT), durante a campanha, em evento com representantes de movimentos culturais no Recife - Ricardo Stuckert - 21.jul.2022/Divulgação
O presidente Lula (PT), durante a campanha, em evento com representantes de movimentos culturais no Recife - Ricardo Stuckert - 21.jul.2022/Divulgação

O Partido dos Trabalhadores se prepara para reativar os chamados Comitês Populares de Luta visando a fortalecer o trabalho de base do partido e reduzir as críticas internas sobre a necessidade de um maior engajamento da da população ao programa de governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).


A retomada das atividades do comitê foi considerada prioritária pelos participantes do seminário de comunicação promovido pelo PT, aberto na quinta-feira (13), que termina nesta sexta-feira (14), em Brasília.


A baixa conexão do Planalto com setores da sociedade, os tropeços na comunicação e o cenário pedregoso no Congresso têm preocupado aliados, com alertas de que é preciso uma ação rápida em um contexto de "disputa de narrativas", expressão usada pela militância petista.



A secretária nacional de mobilização do PT, Mariana Janeiro, diz que o objetivo é retomar as atividades de ‘todos os comitês possíveis’. Segundo ela, ainda estão registrados cerca de 4.000 espaços.


A reativação dos comitês já havia sido determinada em uma resolução do diretório nacional do PT. Os debates, agora, se dão em torno do formato que deverá ser adotado.


Em 2022, durante a campanha eleitoral, as unidades apresentaram propostas, desmentiram fake news e motivaram apoiadores e simpatizantes por meio do contato direto.


Com Agenda do Poder e Folha de S. Paulo.


Entre no nosso grupo de WhatsApp AQUI.

Entre no nosso Canal do Telegram AQUI.

 

Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique AQUI e contribua.


POLÍTICA

KOTIDIANO