top of page

Resultado Quaest obriga governo Lula centralizar comunicação

Por Helcio Albano

Foto: Agência Brasil
Foto: Agência Brasil

Pesquisa Quaest divulgada nesta quarta (19.abr.23) revelou que a avaliação positiva do Governo Lula sofreu um tombo de 4 pontos desde fevereiro, saindo de 40% para 36%. O avanço da avaliação negativa salta aos olhos: de 20% para 29%.


Tá ruim? Piora. Caiu de 62% para 51% a percepção de que a Economia vai melhorar. Isso é grave porque envolve coisas fundamentais em nossa vida cotidiana, como emprego, inflação e poder de compra.


Mas o que diabos aconteceu, mesmo depois de tanta entrega do governo no período? Bem, segundo a mesma Quaest, o governo Lula simplesmente vacila em sua comunicação com a população, ao mesmo tempo que seus ministros batem cabeça com ideias mirabolantes sem combinar com o Barba. Coisa já explicitada no caso do anúncio das passagens aéreas a R$ 200 que, inclusive, gerou uma reprimenda de Lula em reunião ministerial em março.



A gota d'água, porém, foi o anúncio atabalhoado de taxação das transações internacionais pessoais de até U$ 50 pela Fazenda, sem ter a menor noção do vespeiro em que estava se metendo. E foi justamente por causa dessa pataquada que a popularidade do governo Lula desandou desde o último levantamento do Instituto, principalmente na classe C e entre jovens. Ontem (17) Haddad anunciou o recuo da taxação depois da oposição deitar e rolar.


Um dos sucessos da direita na era digital é a "ordem unida das narrativas" ao seu ecossistema de mídia via gabinete do ódio. Se o governo Lula não criar seu próprio ecossistema e centralizar na Secom, babau.


Siga @helcioalbano


Entre no nosso grupo de WhatsApp AQUI.

Entre no nosso canal do Telegram AQUI.

 

Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique AQUI e contribua.

Helcio Albano é jornalista e editor-chefe do Jornal Daki.


POLÍTICA