top of page

Rio adia início de uso de câmeras em uniformes de policiais

E mais: Médico e estudante são encontrados mortos em Nova Iguaçu, Passageiro é preso após quebrar vidro do BRT e agredir motorista na Barra, Justiça determina expulsão de universitário que agrediu namorada, 11,9 milhões de pessoas estão desempregadas no Brasil, segundo o IBGE


Foto: Divulgação/Governo do RJ
Foto: Divulgação/Governo do RJ

Começamos o Rolé desta sexta (13) com a notícia de que o governo fluminense decidiu adiar o início do uso de câmeras portáteis no uniforme dos policiais militares. O equipamento começaria a ser usado na próxima segunda (16), em dez batalhões da cidade do Rio de Janeiro.


Segundo o governo do Rio, no entanto, a empresa responsável pelo fornecimento do equipamento solicitou um adiamento de 20 dias, devido a questões operacionais. O estado informou que já iniciou o processo de aplicação da penalidade. Informações Agência Brasil: Rio adia início de uso de câmeras em uniformes de policiais


Em Nova Iguaçu, dois corpos foram encontrados em uma região de sítio na Estrada do Comércio, em Tinguá, na última terça (10). Segundo a polícia militar, as vítimas foram atingidas por disparos de arma de fogo. A área foi isolada e a Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) foi acionada.


De acordo com a polícia civil, os corpos são do médico Jaeder de Oliveira Reis, de 36 anos, e do amigo e estudante de medicina, identificado como Carlos Henrique Martins Cipriano, de 28. O Extra noticiou: Médico e estudante são encontrados mortos em Nova Iguaçu


E um passageiro foi preso após quebrar o vidro de um ônibus BRT e agredir o motorista com socos na noite desta quinta no terminal Jardim Oceânico, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio.


Segundo a Mobi-Rio, empresa responsável pela administração do sistema dos ônibus articulados, o homem alegou que a porta do coletivo bateu no rosto dele durante o fechamento. Vimos no Dia: Passageiro é preso após quebrar vidro do BRT e agredir motorista na Barra da Tijuca


O Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) manteve a suspensão do estudante de medicina José Flávio Carneiro dos Santos da PUC Minas. Ele iria se formar neste ano.


José Flávio foi indiciado por lesão corporal, em outubro do ano passado, após agredir a ex-namorada, Gabriela Campos Duarte Machado. A vítima também estuda medicina e é aluna da mesma universidade. Tá no G1: 'Sentei a mão nela': Justiça determina que estudante de medicina que agrediu namorada seja expulso de universidade


Finalizamos o Rolé de hoje com a notícia de que o desemprego persistiu no primeiro trimestre de 2022 e atinge 11,1% da população brasileira. O índice, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), é o mesmo em relação aos três últimos meses de 2021.


A nova Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad), divulgada hoje (13), mostra que 29% dos desempregados procuram trabalho há mais de dois anos. São mais de 3,4 milhões de pessoas. A Tribuna noticiou: 11,9 milhões de pessoas estão desempregadas no Brasil, segundo o IBGE

 

Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique AQUI e contribua.