top of page

Rolé: Suspeita de bancar envolvidos em atos terroristas é presa no RJ

E mais: Operação apreende 290 kg de cocaína no Porto de Santos, Operação busca esconderijos de armas no Salgueiro, Brasileiros veem saúde como problema número 1 do país e estão otimistas com economia, diz pesquisa


Foto: Reprodução redes sociais
Foto: Reprodução redes sociais

Começamos o Rolé desta terça (17) com a notícia de que mulher de 48 anos, identificada como Elizângela Cunha Pimentel Braga, se entregou à Polícia Federal, em Campos dos Goytacazes, na noite desta segunda (16), após uma operação contra suspeitos de organizar e financiar atos terroristas em Brasília.


Ela compareceu à delegacia acompanhada da defesa. Segundo as investigações, a mulher, que é da cidade de Itaperuna, recebeu doações que foram repassadas para os moradores de Campos que estavam acampados em Brasília. Em G1: Mulher que financiou transporte e hospedagem de envolvidos em ataque bolsonarista em Brasília é presa no RJ


E a Polícia Federal (PF), a Marinha e a Receita Federal (RF) apreenderam ontem cerca de 290 kg de cocaína no Porto de Santos, litoral de São Paulo. O entorpecente estava no casco de um navio carregado com carga de celulose e ancorado na área de fundeio do Porto de Santos.


Segundo a Polícia Federal, o destino final do navio era o Porto de Martas, na Turquia. Vimos em Agência Brasil: PF, Marinha e Receita apreendem 290 kg de cocaína no Porto de Santos


Em São Gonçalo, comunidades do Complexo do Salgueiro, amanheceram, hoje com a presença de policiais militares na localidade. Os agentes realizam, desde a madrugada, uma operação para procurar esconderijos de armas e drogas, além de remover obstáculos em vias públicas, as barricadas, de vias da região. Tá na Tribuna: Operação busca esconderijos de armas no Salgueiro


Finalizamos o Rolé de hoje com a notícia de que a nova pesquisa de opinião pública feita pelo Ipec entre 6 e 10 de janeiro revela que saúde, educação e desemprego são as três áreas mais citadas quando brasileiros são questionados sobre os principais problemas da população.


A pesquisa Ipec mostra que 56% preveem melhora no ambiente econômico. Extra noticiou: Brasileiros veem saúde como problema número 1 do país e estão otimistas com economia, diz pesquisa Ipec

 

Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique AQUI e contribua.



POLÍTICA