top of page

São Gonçalo amplia pontos para cadastro do auxílio habitacional temporário

Auxílio é destinado às famílias que ficaram desabrigadas com as chuvas


Foto: Fabio Guimarães/Divulgação
Foto: Fabio Guimarães/Divulgação

A Prefeitura de São Gonçalo informou que iniciou nesta quarta (15), o cadastramento para o Auxílio Habitacional Temporário destinado às famílias que ficaram desabrigadas e estão com laudo de interdição da residência, por conta das fortes chuvas registradas na cidade na última semana. Somente na última segunda(13) choveu quase 200 mm em pouco mais de uma hora no município, causando diversos deslizamentos de encostas.


A Secretaria de Assistência Social está disponibilizando seis pontos (confira a lista abaixo) para a realização do cadastro. O atendimento será realizado das 9h às 17h.

Para a realização do cadastro é necessário levar em um dos pontos os seguintes documentos: notificação da Defesa Civil que comprove a interdição da residência, o Número de Identificação Social (NIS), documento de propriedade ou posse do imóvel, documento de RG e CPF, certidão de nascimento ou casamento e dados da conta bancária.



O auxílio habitacional será de R$ 600 e será concedido às famílias por um período de até 12 meses. Nos casos de pessoas que moram de aluguel, o benefício será concedido por três meses. A previsão é de que o benefício comece a ser pago no prazo máximo de 60 dias.


Locais de atendimento para o cadastro do Auxílio Habitacional Temporário


- Colégio Estadual Professora Luiza Honória do Prado - Rua Waldir dos Santos, 64, Engenho Pequeno.


- PAB (Auxílio Brasil) - Rua Sá Carvalho, 1241, Brasilândia.


- Cras Venda da Cruz - Rua Dr. Porciúncula 395, Venda da Cruz, antigo 3º BI.


- Cras Alcântara - Rua Oscar Lourenço, 632, Jardim Alcântara.


- Cras Arsenal - Avenida Eugênio Borges, s/n, Arsenal.


- Cras Neves - Rua Lenor, 108, Porto velho


Entre no nosso grupo de WhatsApp AQUI.

Entre no nosso grupo do Telegram AQUI.

 

Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique AQUI e contribua.



POLÍTICA