top of page

São Gonçalo capacita servidores na implantação de sistema eletrônico de informação

SEI irá garantir celeridade aos processos e economia aos cofres públicos

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Com o foco na sustentabilidade e na economia, a Prefeitura de São Gonçalo deu início, nesta quarta-feira (24), e segue amanhã com uma capacitação de cerca de 50 servidores indicados pelas secretarias para serem o ponto focal de utilização do Sistema Eletrônico de Informação (SEI).

Com a mudança, a economia anual dos cofres da Prefeitura com papel, toners e capas de processos deve passar da ordem de R$ 1,5 milhão. Além da economia, o sistema irá melhorar a dinâmica de trabalho, transparência e padronização de documentos.

"Já trabalhei no setor de arquivo e sei o quanto é desafiador organizar essa quantidade de documentos físicos. Gostei muito dessa qualificação e tenho certeza que essa ferramenta trará um salto de qualidade e celeridade aos processos da Prefeitura", ressaltou Jacqueline Azeredo, da Secretaria de Gestão.


Antes da apresentação para o público interno, o sistema foi passado para a equipe de informática da Prefeitura para que toda a informação fosse passada aos colaboradores da melhor forma possível.


"A capacitação teve início com a informática, para que não houvesse falhas hoje. Estamos trabalhando intensamente, para capacitar o mais rápido possível e com qualidade, para esse momento que será a libertação do paradigma do papel como suporte físico para documentos institucionais e compartilhamento de conhecimentos como atualização e comunicação de novos eventos em tempo real", disse o analista na área tecnológica Marcos Paulo Silveira da Silva, gestor responsável pela implementação do SEI.

O SEI, que tem como objetivo promover a eficiência administrativa, é um sistema desenvolvido pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) e cedido gratuitamente para instituições públicas.


A ferramenta permite a produção, edição, assinatura e trâmite de documentos dentro do próprio sistema, proporcionando a virtualização de processos e documentos, permitindo atuação simultânea de várias unidades ao mesmo tempo em um mesmo processo, ainda que distantes fisicamente, reduzindo o tempo de realização das atividades.

Por contrato, o sistema deve ser implementado em 180 dias. A expectativa é de que a equipe técnica da Prefeitura instaure o SEI em 90 dias, substituindo de forma gradativa o atual sistema de tramitação de processo (GPRO).

A Universidade Estácio de Sá deu apoio institucional, cedendo laboratórios de informática para o treinamento.



POLÍTICA